Renault Kwid completa um ano de mercado

Imagem ilustrativa da notícia: Renault Kwid completa um ano de mercado

São Paulo – O compacto Renault Kwid completou um ano no mercado brasileiro em agosto. Considerando as vendas realizadas no período anterior ao lançamento oficial, uma vez que o carro estava em pré-venda, até julho deste ano foram emplacadas 57 mil 457 unidades, de acordo com dados do Renavam divulgados pela Fenabrave. O desempenho das vendas até agora mostrou que o veículo atingiu uma das principais metas estipuladas pela Renault no lançamento, que era obter uma fatia de mercado igual ou maior do que 8% com a incorporação do Kwid na sua oferta.

 

Os dados do Renavam mostram que de agosto a dezembro do ano passado a Renault detinha 8% do mercado de veículos. E 8,81% nos primeiuros sete meses deste ano.

 

O Kwid chegou a ser considerado o carro-chefe da empresa no País, onde também fabrica os modelos de entrada Logan e Sandero, e os SUV Duster e Captur em São José dos Pinhais, PR.

 

No janeiro-julho foram emplacados 34 mil 881 Kwid, o que significa que foi o terceiro mais vendido do País e também o Renault mais vendido. Na categoria de veículos de entrada o Kwid foi o terceiro mais vendido, ficando atrás do Volkswagen Gol, que deteve 19,45% do mercado, e do Ford Ka, líder com 28,73%.

 

Ao varejo foram vendidas, no acumulado do ano, 29 mil 415 unidades, o quinto melhor resultado na comparação com outros modelos. Por meio das vendas diretas  os emplacamentos somaram 5 mil 466 unidades até julho.

 

O modelo é exportado para Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela. No total, segundo a Renault, cerca de 25 mil unidades do veículo foram exportadas para esses mercados.

 

No primeiro ano de mercado, falhas no modelo fizeram com que a Renault convocasse três campanhas de recall.

 

Foto: Divulgação.