Produção de motos é a maior desde 2015

Imagem ilustrativa da notícia: Produção de motos é a maior desde 2015

São Paulo – As fabricantes de motocicletas do Polo Industrial de Manaus produziram 105 mil 336 unidades em agosto, o maior volume registrado desde outubro de 2015, segundo informou a Abraciclo, associação que representa o setor. O resultado do mês superou em 31,4% o de agosto do ano passado e em  9,4% o de julho.

 

No acumulado do ano a produção soma 696,3 mil unidades, crescimento de 21% sobre as 575,4 mil fabricadas de janeiro a agosto do ano passado.

 

Para o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, o desempenho positivo do sistema de consórcio e a maior oferta de crédito colaboraram com o crescimento:

 

“Com o início da disputa  eleitoral a tendência é a de que agora ficará um pouco mais difícil saber como a política interferirá na economia. Todavia, pelo movimento em curso no mercado, está cada vez mais claro que o setor chegará aos crescimentos de produção e vendas anteriormente projetados".

 

Em recente revisão de resultados a Abraciclo fez crescer de 935 mil para 980 mil sua estimativa de produção para o ano, o que representa crescimento de 11% sobre o ano passado. Para o mercado doméstico a expectativa é de evolução de 7,5%, com 915 mil motocicletas comercializadas.

 

Os licenciamentos em agosto alcançaram 88,9 mil unidades, alta de 16,5% sobre igual mês de 2017 e de 16,6% na comparação com julho. No acumulado do ano a alta chega a 8,4%, somando 621,9 mil unidades.

 

Outro fator positivo foi a exportação, que cresceu 4,1% na comparação anual e 44,1% na mensal, somando 7,5 mil unidades em agosto. Segundo a Abraciclo houve maior diversificação dos mercados de destino no mês – a Argentina, que em julho recebeu 75% dos embarques, em agosto ficou com metade do volume exportado pela indústria brasileira.

 

De janeiro a agosto as exportações somam 53,8 mil unidades, alta de 12% sobre os oito primeiro meses de 2017.

 

Foto: Divulgação.