Electro Motors inicia montagem de elétricos em Goiás

Imagem ilustrativa da notícia: Electro Motors inicia montagem de elétricos em Goiás

São Paulo – A Electro Motors anunciou montagem de veículos elétricos produzidos na China em fábrica instalada em Goianésia, GO. O investimento na unidade foi de R$ 80 milhões e, desde o início da operação, em 20 de junho, até a quarta-feira, 18, a empresa montou estoque de 350 motos para serem vendidas a partir de setembro.

 

Esta é a primeira etapa de um compromisso firmado com a Prefeitura local. A segunda, e talvez mais importante, consiste na montagem de automóveis elétricos, passo planejado pela companhia para ser dado no primeiro semestre de 2020. Até lá, segundo o presidente Cadu Barbosa, serão aportados mais R$ 380 milhões em nova fábrica:

 

“Estamos começando com uma estrutura menor, 5 mil metros quadrados, que são suficientes para a montagem de motos e de alguns modelos utilitários que compõem a nossa oferta. Em 2020, com o início da montagem dos carros, deveremos ir para um espaço maior, também em Goianésia, de 300 mil metros quadrados”.

 

Ele contou que a operação de montagem de veículos elétricos aqui será feita por duas empresas distintas, embora tenham capital nacional e compartilhem os sócios em suas estruturas. A Electro Motors é responsável pela montagem de quatro modelos de motocicletas e dois modelos de automóveis, um VUC e um compacto, que chegarão em novembro.

 

Outros quatro modelos elétricos ficarão a cargo da Zotye do Brasil, empresa fundada em 2015 pelos mesmos donos da Electro Motors. Neste caso é exercida concessão de venda e montagem obtida em 2014 junto à Zotye, montadora baseada na China, que tem validade de vinte anos.

 

O modelo é similar ao utilizado pela HPE para produzir veículos Mitsubishi também em Goiás, mas em fábrica instalada em Catalão. Cadu Barbosa disse que foram procurados outros municípios para instalar fábrica, mas Goianésia foi escolhida por “oferecer incentivos fiscais competitivos e por haver, no Estado, política para veículos elétricos”.

 

Por meio dela chegarão ao Brasil modelos 100% elétricos: o compacto E200, o SUV T300, o sedã Z500 e hatch YUN100. Barbosa afirmou que os veículos chegarão ao Brasil pelo porto de Itajaí, SC, e que está em curso processo de formação de uma cadeia de revendedores das marcas.

 

Estão também em curso os testes de homologação dos veículos no País. De acordo com Barbosa os modelos estão sendo submetidos a testes em pista instalada em Limeira, SP. No caso dos modelos Electro, seu desenvolvimento se deu em parceria com montadora chinesa, que ele não informou qual.

 

A operação das duas companhias devem se beneficiar da nova política industrial, o Rota 2030, que projeta, dentre outras iniciativas, o estímulo à produção e venda de veículos de matriz elétrica no País. Atualmente BMW, Ford e Toyota vendem veículos híbridos e elétricos no mercado nacional.

 

Foto: Divulgação.