IAA mostra o futuro dos comerciais

Imagem ilustrativa da notícia: IAA mostra o futuro dos comerciais

Hannover, Alemanha - A IAA 2018, Salão Internacional de Veículos Comerciais, evento bienal realizado em Hannover, Alemanha, e que é considerado a mais importante mostra de caminhões e ônibus do mundo, abrirá suas portas na próxima quinta-feira, 20, fazendo jus, mais do que nunca, ao seu tema deste ano, que é Driving Tomorrow, ou Dirigindo Amanhã. Isto porque a feira deste ano funcionará, na prática, como uma espécie de divisor de águas para o mercado europeu de veículos comerciais, pois as montadoras aproveitarão para mostrar ao mundo novas tecnologias de veículos elétricos e híbridos elétricos que estarão comercializando na Europa já a partir do início do ano que vem.

 

O segredo é muito simples: de acordo com os objetivos traçados pelo Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas e pelo Acordo de Paris os veículos elétricos a bateria serão fundamentais para a criação de sistemas de transporte comercial livres de energia fóssil até 2050. E para que isto possa acontecer o início da evolução técnica, principalmente no que se refere aos veículos destinados ao transporte urbano de passageiros, tem que começar já. Ou seja, na prática as montadoras de veículos comerciais estão mais uma vez se colocando à frente do desenvolvimento do setor automotivo e começando a apresentar e comercializar suas evoluções no mercado.

 

São várias as soluções e novidades que estão sendo mostradas tanto pelas próprias montadoras como pelas empresas sistemistas nesta IAA 2018, que vão desde veículos híbridos até elétricos, tanto em caminhões como em ônibus, a maioria, por enquanto, ainda destinada a aplicações urbanas. As células de combustível também não foram esquecidas como solução intermediária. Por parte dos sistemistas as soluções mostradas foram para os lados da eletrificação de implementos, criação de sistemas de gerenciamento e segurança e direção autônoma.

 

Os caminhões e ônibus brasileiros também estão presentes. A Mercedes-Benz mostrou, em seu estande, Atego e Acelo fabricados no Brasil e que são exportados para a África e para o Oriente Médio, e a Volkswagen Caminhões e Ônibus dividiu espaço com a recentemente criada Traton expondo o e-Delivery, o Volksbus e-Flex, o Constellation 33.440 e o Delivery Express.

 

De acordo com Roberto Cortes, CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus, “este é um momento histórico para nossa marca. Ao mesmo tempo em que voltamos às nossas origens como Volkswagen Caminhões e Ônibus conseguimos apoiar o Grupo Traton em sua missão de se tornar líder em desenvolvimento tecnológico\".

 

Foto: Divulgação