Continental prepara painel digital para modelos de entrada

Imagem ilustrativa da notícia: Continental prepara painel digital para modelos de entrada

São Paulo – A Continental desenvolveu protótipo de painel digital para aplicação em veículos de entrada, algo hoje restrito a modelos topo de linha. A empresa pretende nacionalizar a produção do conjunto mas, antes, apresentará, até dezembro,  sua ideia às montadoras que atuam no País. Segundo José Campassi, gerente de novos negócios, de antemão há duas companhias interessadas.

 

O protótipo é fruto de desenvolvimento da engenharia brasileira da empresa, fato que deve aumentar as possibilidades de tornar-se produto de linha, contou o executivo: “A eventual aceitação do mercado nos leva a crer que poderemos exportar o painel para mercados similares ao brasileiro, como China, Índia, Rússia e América Latina, onde os modelos de entrada das montadoras são compartilhados”.

 

O painel digital é um recurso presente nas linhas mais caras dos últimos lançamentos, como os Volkswagen Polo e Virtus Highline. O recurso, que inclusive é também um produto Continental nos dois modelos, seria um dos fatores que alavancaram suas vendas no mercado interno, de acordo com Fabio Rabelo, gerente executivo de digitalização e novos modelos de negócios da Volkswagen, sem citar o porcentual das vendas.

 

Dados da Fenabrave mostram que o Polo, até setembro, foi o quinto carro mais vendido do Brasil, com 51 mil 827 emplacamentos. O painel digital, ou Active Info Display, como também é conhecido no mercado, está presente em modelos de outras gamas, como o Honda Civic e o Citroën C4 Cactus, por exemplo.

 

Campassi, da Continental, afirmou que há espaço para o recurso em veículos que custam menos: “Com a elevação do padrão tecnológico trazido pelos lançamentos, todos os perfis de consumidores, hoje, observam nos recursos digitais um fator que pode definir a compra. Observamos a tendência e desenvolvemos equipamento de baixo custo”.

 

Sobre o protótipo de painel digital o executivo contou que se trata de uma tela com menos recursos do que o instalado em veículos de gamas maiores. É composto por tela menor, onde serão projetados dados sobre velocidade e câmbio, e um sistema de lâmpadas do tipo LED: “É algo similar ao sistema de cores que emitem os paineis mais modernos na troca de marchas ou quando mostram perfil de consumo de combustível”.

 

Foto: Divulgação.