Meritor prepara eixo elétrico para o Brasil

Imagem ilustrativa da notícia: Meritor prepara eixo elétrico para o Brasil

São Paulo – A Meritor planeja para o segundo semestre, após a Fenatran, a vinda de um eixo trativo elétrico para aplicação em caminhões e ônibus no mercado brasileiro. No momento a empresa testa o conjunto nos Estados Unidos em veículos de clientes e também em laboratório para validação. O eixo, denominado 14Xe, integra ofensiva da empresa no segmento planejada para até 2022.

 

A companhia testa o eixo trativo em um veículo próprio, mas preferiu optar também por testá-lo na operação de frotistas que utilizam caminhões Peterbilt, da Paccar, por exemplo. O conjunto elétrico está sendo submetido a provas em diferentes tipos de terreno, aplicações e alguns parâmetros técnicos estão sendo observados, como resistência estrutural, fadiga e voltagem.

 

Em janeiro, a Meritor anunciou que já está envolvida diretamente em 22 programas de eletrificação com OEMs globais. O projeto piloto, que envolve o eixo 14Xe, resultará na aplicação de cerca de 130 caminhões médios e pesados até 2020. O eixo trativo elétrico tem configuração e componentes distintos do mecânico que é produzido hoje pela companhia para veículos a combustão.

 

Ainda é incerto se a empresa também testará o modelo de eixo trativo elétrico aqui no Brasil. No País, o único modelo de caminhão elétrico em circulação é o Volkswagen e-Delivery, ainda em fase de testes, mas que integra um pacote já negociado de 1,6 mil unidades para a Ambev. O modelo da VWCO nasceu como protótipo, evoluindo posteriormente para um powertrain desenvolvido por fornecedores.

 

A VWCO, inclusive, é uma das principais clientes da Meritor no Brasil. A empresa mantém unidade de produção de eixos instalada dentro do consórcio modular da montadora, em Resende, RJ. No segmento de ônibus, modelos elétricos já circulam no Brasil. Um modelo Volare, o Access-e desenvolvido em parceria com a BYD, rodou durante um mês em Curitiba, PR. Em Volta Redonda, RJ, três modelos BYD D9W operam no sistema de transporte de passageiros do município fluminense. Há também ônibus D9W também rodando em São Paulo.

 

Foto: Divulgação.