FCA retira a proposta de fusão com a Renault

Imagem ilustrativa da notícia: FCA retira a proposta de fusão com a Renault

São Paulo – Da mesma forma que surpreendeu ao soltar comunicado informando que entregara uma proposta de fusão ao Groupe Renault, a FCA, Fiat Chrysler Automobiles, novamente em comunicado, anunciou na quinta-feira, 6, que desistiu do negócio.

 

“O board da Fiat Chrysler Automobiles, reunido esta tarde sob a presidência de John Elkann, decidiu retirar com efeitos imediatos a sua proposta de fusão apresentada ao Grupo Renault”, diz a nota publicada no começo da noite de quarta-feira, 5, em Brasília, início da madrugada de quinta-feira, 6, em Londres, local do encontro da diretoria.

 

A nota dá a entender que o governo francês, embora publicamente tenha se mostrado favorável à fusão, emperrou as discussões. “Tornou-se claro que não existem condições políticas na França para que essa combinação prossiga com sucesso”.

 

O board da Renault esteve reunido nos últimos dias para estudar e discutir a proposta da FCA. Após o encontro da quarta-feira, 5, divulgou nota informando que “não pôde tomar uma decisão devido ao pedido expresso de representantes do governo francês para adiar a votação”.

 

Segundo a imprensa internacional a indefinição da manutenção da Aliança com a Nissan e Mitsubishi foi um ponto importante para o recuo do governo francês.

 

A FCA finalizou o comunicado informando que seguirá sua estratégia independente.

 

Foto: Divulgação.