Nova geração da Sprinter chega um ano depois de aparecer no IAA

Imagem ilustrativa da notícia: Nova geração da Sprinter chega um ano depois de aparecer no IAA
CompartilheLançamento
27/09/2019

Pinhais, PR – Apenas um ano após ser apresentada no IAA, em Hannover, Alemanha, a nova geração da Sprinter será uma das atrações da Mercedes-Benz na Fenatran, que abre as portas ao público em 14 de outubro. A fábrica da Argentina, de onde saem mais de sessenta combinações nas versões chassi, furgão e van, recebeu em torno de US$ 100 milhões em investimento para produzir a terceira geração para a região, que chega às revendas ainda este ano.

 

“Quando a nova geração foi apresentada no ano passado, no IAA, demonstramos a nossa vontade em trazê-la o mais rápido possível para a região da América do Sul”, disse Jefferson Ferrarez, diretor de vendas, marketing e pós-vendas para utilitários leves. “Conseguimos um ano depois. Em outras ocasiões chegamos a ter uma diferença de três anos para montar uma geração nova aqui.”

 

Segundo o executivo “o design foi 100% reformulado e está em linha com o da Europa e Estados Unidos”.

 

A nova Sprinter traz, de série, generoso pacote de segurança – são mais de dezessete itens, com destaque para o ABA, Active Brake Assist, que freia completamente o veículo ao identificar um obstáculo à frente. E oferece como opcional pacote multimídia com tela sensível ao toque de 7 polegadas e volante multifuncional, que permite controlar o sistema sem tirar as mãos da direção.

 

Imagem ilustrativa da notícia: Nova geração da Sprinter chega um ano depois de aparecer no IAA

 

Outro opcional é a câmara de ré. De resto tudo de série: ar-condicionado digital – que ganhou maior potência na nova geração –, direção elétrica, sistema de partida sem chave, sistema de partida em rampa, entradas USB.

 

Parte da configuração 314 CDI, com PBT, Peso Bruto Total, de 3,5 toneladas, que dispõe das opções furgão e chassi-cabine e alcança ate 143 cv com o motor OM 651 e a transmissão manual ZF 6S 480 manual de seis marchas. A partir da 416 CDI, com 4,1 toneladas de PBT e 163 cv no mesmo powertrain, há opção também de van, bem como na 516 CDI, 5 toneladas de PBT e 163 cv.

 

As sessenta opções de configuração mesclam furgão com e sem vidro lateral, van com capacidade para transportar 9, 15, 17 e 21 passageiros, teto alto ou baixo, dentre outras. Ferrarez afirmou que o preço – que subirá um pouco com relação à geração anterior – e outros pormenores serão divulgados na Fenatran.

 

“O preço ficará um pouco maior, mas estamos oferecendo muitas tecnologias novas. Tenho a confiança de que o cliente terá consciência de que o valor percebido será muito maior.”

 

Foto: Divulgação.