BYD negocia compra da Ford Taboão

Imagem ilustrativa da notícia: BYD negocia compra da Ford Taboão
Foto Jornalista  Leandro AlvesFoto Jornalista Marcos Rozen

Por Leandro Alves

e Marcos Rozen

CompartilheEmpresa
14/01/2020

São Paulo – A BYD é uma das duas investidoras chinesas que, segundo o governador de São Paulo João Doria, seguem negociando a compra da fábrica da Ford em São Bernardo do Campo, SP. O diretor de marketing, sustentabilidade e novos negócios da BYD, Adalberto Maluf, afirmou em entrevista exclusiva a AutoData que as negociações estão sendo feitas diretamente pela matriz, na China.

 

“O governador Doria entrou em contato com a BYD para mostrar a oportunidade e agora as conversas estão com a matriz. Nossa responsabilidade como BYD do Brasil é estudar o mercado e apresentar as oportunidades que acreditamos ter em alguns setores estratégicos.”

 

O executivo disse desconhecer pormenores da negociação. O interesse da BYD pela fábrica de São Bernardo seria para produzir veículos comerciais elétricos. Embora Maluf considere a operação industrial atual em Campinas, SP, suficiente para atender às necessidades no curto prazo, os planos da BYD são ambiciosos para o Brasil.

 

“A filial brasileira acredita muito no crescimento da eletrificação de comerciais, em especial no desenvolvimento de logística urbana, operações especificas como coleta de lixo, mineração, construção civil. Nosso foco no Brasil e na América Latina é em veículos comerciais.”

 

Na segunda-feira, 13, o governador do Estado de São Paulo anunciou que o Grupo Caoa, primeiro interessado na compra da unidade da Ford, desistiu do negócio. Doria revelou, ainda, que a empresa de Carlos Alberto de Oliveira Andrade anunciará, neste ano, investimento no Estado de São Paulo em parceria com investidor chinês.

 

Foto: Divulgação.