Venda diária cai para pouco mais de 2 mil unidades

Imagem ilustrativa da notícia: Venda diária cai para pouco mais de 2 mil unidades
Foto Jornalista  André Barros

Por André Barros

CompartilheMercado
17/04/2020

São Paulo – Até a quinta-feira, 16, os brasileiros compraram, em onze dias úteis, cerca de 23,5 mil automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus em abril, de acordo com dados preliminares do Renavam. É a soma de dois dias úteis de vendas na primeira quinzena de março, a última sem efeito do coronavírus no mercado.

 

As vendas caminham para a projeção indicada pela Anfavea e avalizada por executivos nos últimos dias: queda na casa dos 80% durante a quarentena, a exemplo de outros países. De 11 mil vendas diárias, em média, o mercado brasileiro passou para pouco mais de 2 mil veículos licenciados por dia – e não necessariamente emplacados, pois há autorização para os carros circularem com a nota fiscal.

 

Diz uma fonte do varejo que 60% deste volume foi registrado em Belo Horizonte, MG. “São carros de venda direta para locadora. Nos primeiros dias do mês houve um movimento forte neste sentido. O varejo está vendendo pouco”.

 

São poucos os estados com as concessionárias autorizadas a funcionar. O esforço de vendas vem sendo feito pela internet: vendedores entram em contato com o consumidor e tentam fechar negócio. O problema é que o cliente também está segurando a compra.

 

Foto: Roberto Parizotti/Fotos Pùblicas.