BMW, DAF, Mercedes-Benz, Renault e Volvo voltam a operar

Imagem ilustrativa da notícia: BMW, DAF, Mercedes-Benz, Renault e Volvo voltam a operar
Foto Jornalista  André BarrosFoto Jornalista Caio Bednarski

Por André Barros

e Caio Bednarski

CompartilheCovid-19
04/05/2020

São Paulo – Aos poucos o setor automotivo retoma suas operações dentro daquele que, por enquanto, é considerado o novo normal da produção. Com jornadas reduzidas, maior distanciamento dos trabalhadores, máscaras de proteção agregadas ao EPI, dentre outas medidas, voltaram ao trabalho na segunda-feira, 4, funcionários da BMW em Araquari, SC, da DAF em Ponta Grossa, PR, da Mercedes-Benz em São Bernardo do Campo, SP, da Renault em São José dos Pinhais, PR, e da Volvo em Curitiba, PR.

 

Na maioria das empresas o trabalho remoto, com eventual rodízio de colaboradores, foi adotado nas áreas administrativas, para reduzir a quantidade de pessoas circulando pelas fábricas. Palestras e orientações foram passadas aos trabalhadores do chão de fábrica – pessoas do grupo de risco seguem afastadas.

 

Na BMW e na DAF o retorno está sendo gradual, informaram as empresas em nota distribuída na segunda-feira, 4. Na Mercedes-Benz os trabalhadores, metade do efetivo, retornaram mas ainda não começaram a produzir. Durante esta semana as linhas serão preparadas para que, a partir da segunda-feira, 11, volte a produção de caminhões e ônibus.

 

Na Volvo parte dos 3,5 mil funcionários da produção está com contrato suspenso e parte com redução de 25% da jornada, o que permite menos gente circulando no chão de fábrica.

 

A Renault não forneceu pormenores do retorno da operação, mas foi das poucas empresas que não conseguiu acordo com o sindicato dos metalúrgicos local para redução de jornada ou suspensão dos contratos de trabalho.

 

Foto: Divulgação.