Setor de implementos registra queda de 13%

Imagem ilustrativa da notícia: Setor de implementos registra queda de 13%
Foto Jornalista Redação AutoData

Por Redação AutoData

CompartilheResultado
06/05/2020

São Paulo – O setor de implementos rodoviários fechou o primeiro quadrimestre com vendas 13% menores às dos quatro primeiros meses de 2019, segundo a Anfir, associação que representa as empresas fabricantes de reboques, semirreboques e carrocerias sobre chassis. Foram licenciadas 30,9 mil unidades, ante 35,6 mil de janeiro a abril do ano passado.

 

Os dados são imprecisos, justifica a entidade: parte dos implementos vendida em abril está circulando sem placa, atendendo a pedido da Anfir ao Denatran. Como alguns Detran estão fechados, sem emitir documentos, foi solicitada autorização de circulação sem o emplacamento.

 

Mas o presidente Norberto Fabris ressaltou que a queda no setor não é maior devido à carteira de clientes desenvolvida pela indústria antes da pandemia: “A indústria estava no ritmo pós-crise com os planos de recuperação sendo implementados. O resultado são as vendas programadas que estão sendo entregues, reduzindo os efeitos da paralisia na economia sobre as atividades do segmento. Recuamos a um patamar de quatro anos atrás”.

 

A entidade acredita no retorno, em breve, da atividade econômica, após a suspensão da quarentena em alguns municípios: “Cidades de médio e pequeno porte tendem a voltar à vida normal antes dos grandes centros, que são focos de maior contágio da doença. Os negócios deverão ser recuperados com operações menos concentradas e mais pulverizadas”.

 

A queda no quadrimestre foi maior no segmento pesado: 16,3 mil unidades comercializadas, recuo de 16,3%. Nas carrocerias sobre chassis, da linha leve, a redução foi de 9,9%, para 14,5 mil unidades.

 

Foto: Divulgação.