Mercosul tem alta capacidade para produzir biogás e biometano

A primeira edição do Relatório de Biogás e Biometano do Mercosul foi divulgada na quinta-feira, 26, com objetivo de apresentar dados sobre o setor no Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai e mostrar o potencial para a geração de energia a partir do uso das biomassas disponíveis nos quatro países.

 

Segundo o relatório, o Brasil tem 127 unidades em operação, sendo o país com maior número de plantas. Na Argentina são 62 plantas graças as recentes políticas de incentivo, enquanto o Uruguai tem duas plantas e o Paraguai tem algumas empresas com capacidade para produzir biogás e biometano.