Vendas na Argentina fecham março em queda

São Paulo – As vendas de veículos na Argentina chegaram, em março, a 38 mil 864 unidades, 54,5% a menos do que no mesmo mês do ano passado, segundo dados divulgados pela Acara, a entidade dos concessionários locais, na segunda-feira, 1.

 


Com dezenove dias úteis o ritmo de vendas nas concessionárias argentinas foi de 2 mil 45 unidades/dia. Com o resultado as vendas encerraram o primeiro trimestre em queda de 49% na comparação com o mesmo período no ano passado, com um total de 139 mil 86 unidades.

 

Os emplacamentos de automóveis atingiram as 29 mil 62 unidades no mês, volume que representa queda de 54,6% ante março do ano passado. A Volkswagen encerrou o trimestre como a montadora que mais vendeu veículos, com 21 mil 705 unidades emplacadas, seguida pela Renault, com 20 mil 606 unidades. Toyota, Ford e General Motors fecham o grupo das cinco empresas que mais venderam no janeiro-março.

 

As vendas de comerciais leves somou 8 mil 318 unidades em março, 47% a menos na comparação com março do ano passado. No trimestre o volume foi de 30 mil 411 unidades, 44,6% a menos do que no primeiro trimestre de 2018. Os emplacamentos de pesados, no mês, somaram 838 unidades, queda de 58% -- no trimestre chegaram a 2 mil 929 unidades, queda de 59%.