Goiás anuncia fábrica da JAC em Itumbiara

Imagem ilustrativa da notícia: Goiás anuncia fábrica da JAC em Itumbiara

A JAC Motors e o governo de Goiás assinarão na segunda-feira, 18, na sede do governo, o protocolo de intenções para a instalação de uma fábrica de veículos em Itumbiara. A empresa adquiriu a planta desativada da Suzuki, que teve sua produção interrompida em maio de 2015 antes de se mudar para Catalão, também em Goiás. O investimento previsto na linha de montagem é de R$ 120 milhões.

 

As informações são do secretário de Desenvolvimento do Estado, Francisco Pontes, que estará presente na assinatura do documento ao lado de autoridades locais e representantes da JAC. A negociação que será formalizada no dia 18 teve a duração de quatro meses, segundo Pontes.

 

Procurada pela reportagem, a JAC Motors não confirmou a informação, embora afirme que procura lugar para se instalar. Sua assessoria de imprensa disse que a empresa mantém o compromisso com Camaçari, BA, onde chegou a lançar pedra fundamental em 2012, quando as vendas no mercado brasileiro ainda estavam em alta. À época, a fabricante anunciou investimento de R$ 1 bilhão para produzir 100 mil carros por ano.

 

No entanto, no final de 2011, com o anúncio do governo brasileiro de aumentar em 30 pontos porcentuais o IPI para carros importados, por meio do Inovar-Auto, e com o mercado entrando em declínio nos anos seguintes, os planos da JAC na região encolheram – em 2016, o objetivo era investir na região R$ 200 milhões para produzir 20 mil carros por ano a partir de 2017, o que não aconteceu. O terreno cedido pelo governo baiano foi devolvido.

 

Com o anúncio da nova fábrica, termina uma briga entre Estados pela instalação da JAC. Goiás venceu a disputa que também tinha no páreo Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, além da Bahia. O governo goiano não revelou se foram oferecidos benefícios fiscais para que a região fosse escolhida, mas afirmou que pesou na decisão da montadora o fato de Goiás ter se tornado um polo automobilístico nos últimos anos.

 

O Estado terá ao todo quatro fabricantes: JAC, Suzuki, Mitsubishi e a CAOA, que monta alguns modelos da Hyundai e que, a partir de 2018, também fabricará veículos Chery. A negociação da CAOA com a empresa chinesa envolveu investimento de US$ 2 bilhões, como antecipou AutoData em novembro.

 

Entraves – O anúncio da nova fábrica surge em meio a uma discussão envolvendo JAC e o governo federal sobre os benefícios fiscais concedidos à empresa por meio Inovar-Auto entre 2013 e 2014. Por não ter tirado do papel a construção da unidade em Camaçari, o governo cobrou a devolução dos benefícios e o MDIC, Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, chegou a cancelar a habilitação da empresa no programa industrial.

 

Por ter sido uma das primeiras empresas a aderir ao Inovar-Auto, sob o comando da Sérgio Habib Corporation, a SHC, foi contemplada com a possibilidade de isentar até 4,8 mil veículos por ano dos 30 pontos de IPI, um bônus já usado. Caso não instale uma fábrica até 2017, a empresa terá de pagar a conta por cada veículo que vendeu no período.

 

Foto: Divulgação.