Argentina tem quadrimestre positivo nas vendas

Imagem ilustrativa da notícia: Argentina tem quadrimestre positivo nas vendas

As vendas de veículos na Argentina seguem em ritmo de crescimento comparado com o desempenho do ano passado. Até abril foram emplacadas no país vizinho, e principal parceiro comercial do Brasil no setor automotivo, 290 mil 495 unidades, um volume que supera em 13,8% o vendido nos quatro primeiros meses do ano passado.

 

Segundo balanço divulgado pela Adefa, a associação dos fabricantes instalados na Argentina, divulgado na sexta-feira, 4, os concessionários venderam em abril menos do que em março, apesar do desempenho positivo no acumulado do ano: 72 mil 748 unidades, 8,6% abaixo do mês anterior. No entanto, na comparação com o volume vendido em abril de 2017, o desempenho foi melhor: alta de 6,8%.

 

Do total vendido de janeiro a abril, os automóveis foram 230 mil 708 unidades, o que significou aumento de 19,9% na comparação com igual período do ano passado. Cenário de queda nas vendas dos utilitários: o mercado argentino consumiu 59 mil 787 comerciais leves, volume que representa queda de 4,7% na comparação com o primeiro quadrimestre de 2017.

 

O modelo mais vendido no primeiro quadrimestre do ano, segundo dados da Acara, a associação que agrupa os concessionários argentinos, foi o Toyota Etios: 13 mil 982 unidades. O modelo ficou à frente do Chevrolet Onix, 13 mil 890 unidades vendidas, e Ford Ka, 13 mil 416 unidades.

 

Nas exportações o cenário foi positivo, ainda que o desempenho de abril tenha sido menor 28,2% do que o visto em março. Foram embarcados 77 mil 245 unidades no quadrimestre, alta de 31,4% ante igual período em 2017. O Brasil foi o destino de 69,9% dos veículos argentinos exportados. Mercados da América Central absorveram 7,2% das exportações. Peru, Chile e Colômbia, na sequência.

 

A Argentina tem como meta exportar 300 mil veículos este ano, o que significaria uma alta de 43% ante o volume embarcado ano passado. Se alcançar a meta, será o melhor resultado desde 2014, quando foram vendidas ao exterior 357 mil 847 unidades.

 

A manutenção do crescimento nos mercados interno e externo aumentou o volume de produção das fábricas mantidas no país vizinho. No primeiro quadrimestre saíram das linhas argentinas 156,4 mil veículos, 20,4% a mais do que o volume produzido de janeiro a abril de 2017. Em abril, a produção foi de 45 mil 802 unidades, queda de 7,8% com relação a março. Na comparação com abril do ano passado, alta de 21,4%.

 

Foto: Divulgação.