Tecnologias elétricas da VWCO chegam ao Brasil

Imagem ilustrativa da notícia: Tecnologias elétricas da VWCO chegam ao Brasil

Hannover - No auge de seus trinta anos de existência, a brasileiríssima Volkswagen Caminhões e Ônibus ganha força e importância no contexto internacional e desembarca na Alemanha, na IAA 2018, para em sua nona participação seguida dividir, pela primeira vez de forma igualitária, o espaço no pavilhão do recentemente anunciado Grupo Traton com suas coirmãs Scania e MAN e marcar sua nova era no desenvolvimento de veículos de transporte e sua importância nos mercados emergentes.

 

A primeira surpresa aconteceu já na noite da terça-feira, 18, quando o Traton foi mastigado, digamos, para a imprensa internacional como sendo composto por três marcas: Scania com vocação para sustentabilidade, MAN para tecnologia e Volkswagen Caminhões e Ônibus para o taylor made. Na ocasião Roberto Cortes, CEO da VWCO também foi apresentado como integrante do board da Traton.

 

Na quinta-feira, 20, dia da abertura da IAA para o público, foi a vez da apresentação dos produtos e das tecnologias brasileiras para a imprensa internacional. Seguindo a tendência de eletrificação, um dos expoentes foi o e-Delivery, veículo leve de carga elétrico que já foi apresentado no Brasil e que já recebeu encomendas da Ambev. Na feira, pela primeira vez o caminhão foi mostrado com componentes desenvolvidos pelo próprio Grupo Traton em seu trem de força.

 

Na mesma linha de diversificação a empresa mostrou pela primeira vez o Volksbus e-Flex, com inédito sistema inovador de arquitetura flexível que pode ser aplicado em qualquer veículo VWCO. Este ônibus pode rodar como veículo elétrico a bateria, como hibrido elétrico, como hibrido elétrico plug-in ou como veículo elétrico com autonomia estendida. O desempenho se mantém inalterado independente da forma de alimentação escolhida. O conjunto gerador é propelido por um motor VW 1.4 TSI flex, usado atualmente no VW Golf.

 

As duas tecnologias, tanto o e-Delivery como o Volksbus e-Flex, deverão estar disponíveis no mercado brasileiro até dezembro de 2019 com intervalo de coisa de seis meses de um lançamento a outro.

 

Outra atração que também consagra a sinergia das marcas do grupo é o novo Constellation 33.440, que combina a robustez do chassi e motor MAN à já consagrada família Constellation. O modelo está presente na feira ao lado do Delivery Express, o mais leve da família Volkswagen, lançado em setembro do ano passado e que consumiu R$ 1 bilhão no seu desenvolvimento.

 

"Este é um momento histórico para a Volkswagen Caminhões e Ônibus", afirmou um orgulhoso Roberto Cortes. "Seguimos como líderes dos mercados em que atuamos na América Latina e na África e pavimentamos cada vez mais o nosso caminho futuro com as tecnologias que serão importantes para ganhar mercado".

 

Foto: Divulgação.