Estimativa de vendas na Expodireto é de R$ 2,8 bilhões

Imagem ilustrativa da notícia: Estimativa de vendas na Expodireto é de R$ 2,8 bilhões

Caxias do Sul, RS - Realizada na cidade gaúcha de Não-Me-Toque a vigésima edição da Expodireto Cotrijal teve início na segunda-feira, 11, reunindo 534 expositores, dos quais 167 com foco em máquinas e equipamentos, e a projeção de receber 250 mil visitantes de mais de setenta países. O evento, que segue até a sexta-feira, 15, deve gerar negócios avaliados em R$ 2,8 bilhões, incremento de quase 30% sobre os R$ 2,2 bilhões da edição passada.

 

"Nesta edição histórica", disse o presidente da Cotrijal, Nei César Manica, "em que chegamos aos 20 anos, estamos prestes a concretizar a maior e melhor feira de todos os tempos."

 

A feira mostra a tecnologia de ponta do maquinário e do cultivo agrícola em ambiente dedicado à geração de negócios e também discute os assuntos do momento do agronegócio. Os produtores e seus representantes estarão discutindo com os governos estadual e federal os planos para a safra 2019/2020. Este ano o foco do debate será a intenção já manifestada pelo governo federal de reduzir subsídios ao juro e aumentar a ajuda ao seguro rural, algo que pode mudar a concepção do financiamento agrícola nos próximos anos.

 

O parque de exposições recebeu uma série de melhorias no último ano. Houve aquisição de uma área que ampliou o espaço para 98 hectares e a reforma de prédios. As ações visam a aumentar a capacidade de exposição da área, que há muito tempo tem fila de espera de empresas interessadas em participar. Dentre elas a Hyva do Brasil, que conseguiu espaço após aguardar sete anos.

 

A empresa, com sede em Caxias do Sul, RS, fez o lançamento nacional do guindaste HBR80, ideal para aplicações em veículos de pequeno porte, com foco principal no mercado agrícola para movimentação de bigbags. Também serão lançados os modelos HBR60 e HBR70. De acordo com seu diretor geral, Rogério De Antoni, "a participação busca solidificar ainda mais a marca e sua presença no segmento agrícola".

 

Outra estreante é a italiana Landini, instalada no país há cinco anos, e que participa com estande próprio. A empresa apresenta como novidades duas linhas de tratores de 120 cv e 175 cv de potência, produzidas em Contagem, MG, e uma importada da Itália com potência de 230 cv. Recentemente a empresa anunciou a ampliação em 60% de sua capacidade produtiva. As obras, já em andamento, integram parte dos US$ 30 milhões programados para investimento no Brasil no período 2015-2020. A empresa também tem um programa de dispor de novas revendas e projeta crescimento de 30% na rede até o fim do ano.

 

Uma das novidades da John Deere, já tradicional participante da feira, é a nova Série 5E, composta por tratores utilitários que contam com a mesma tecnologia das grandes máquinas da companhia. O modelo, ideal para pequenas propriedades, segundo a organização, vem com luzes LED, que oferecem mais conforto ao operador, assento pneumático e a opção de sair com piloto automático de fábrica. Também vem com motor MAR-1 e sistema de transmissão de doze velocidades à frente e ré, que torna as manobras mais fáceis e rápidas.

 

Ainda focada nesse segmento apresenta seus novos pulverizadores GreenSystem, nas opções de arrasto e montado no terceiro ponto do trator. "Estamos muito otimistas para a Expodireto", afirmou o gerente de vendas Eduardo Martini. "A colheita de soja começa este mês e a expectativa é que a produção de grãos nesta safra seja ainda maior que na temporada passada".

 

O Ministério da Agricultura anunciou, no fim de fevereiro, suplementação de R$ 470 milhões para o Finame Moderfrota. Desse aporte R$ 390 milhões serão destinados para financiamentos de máquinas e implementos agrícolas, com juros de 7,5% ao ano, e outros R$ 80 milhões poderão ser emprestados com custo de 9,5% ao ano. O Moderfrota é o principal programa de financiamento de máquinas e equipamentos agrícolas Brasil.

 

Para Marianna Fernandes, gerente de marketing e comunicação do Banco CNH Industrial, a expectativa para a Expodireto Cotrijal 2019 é ter um aumento de aproximadamente 10% nas intenções de negócio em relação aos resultados de 2018: "Estamos preparados para oferecer as melhores soluções financeiras para todos os agricultores com relação a financiamentos e a seguros customizados para as necessidades de cada negócio”.

 

Além do Finame Moderfrota, o Banco CNH Industrial oferece outras modalidades de financiamento para máquinas e equipamentos agrícolas. 

 

Foto: Divulgação.