ABDI e DF firmam parceria para veículos elétricos

Imagem ilustrativa da notícia: ABDI e DF firmam parceria para veículos elétricos

São Paulo – Brasília será pioneira em projeto de compartilhamento de veículos elétricos a partir do segundo semestre, em parceria da ABDI, Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, que investirá R$ 2,3 milhões, e o governo do Distrito Federal. Inicialmente dezesseis Renault Twizy serão entregues para ser usados por servidores e, junto com isso, a ABDI fará a instalação de 35 eletropostos, que servirão para abastecer qualquer veículo elétrico, sem custos para os motoristas.

 

Segundo a ABDI, Brasília tem características que oferecem vantagens para o uso de carro elétrico, como o relevo plano, na maioria da cidade, o que reduz o consumo da bateria e aumenta a autonomia dos veículos, temperatura favorável e tensão 220 volts, dispensando adaptações para instalação dos postos de recarga. Com a iniciativa a Capital Federal se tornará uma das cidades com mais eletropostos no País.

 

O sistema de compartilhamento funcionará pelo software Mobi-e, desenvolvido pelo Parque Tecnológico de Itaipu, que já usou o sistema na usina em Foz do Iguaçu, PR. O software permite que os usuários reservem os veículos disponíveis e acompanhem sua localização recebendo informações, como a autonomia da bateria. Para liberar o veículo os funcionários cadastrados utilizarão seus crachás.

 

A frota de veículos do governo federal é composta por 1 mil 927 veículos próprios e 572 alugados, informou comunicado da ABDI, que custa R$ 16 milhões por ano em manutenção e abastecimento. Com a parceria a expectativa é a de que esse gasto caia para R$ 8 milhões ao ano, dependendo da adesão dos usuários e de testes que serão realizados.  

 

Foto: Divulgação.