General Motors absorverá parte dos funcionários da Ford Taboão

Imagem ilustrativa da notícia: General Motors absorverá parte dos funcionários da Ford Taboão

São Paulo – A General Motors sinalizou disposição em absorver em sua fábrica de São Caetano do Sul, SP, parte do contingente dos metalúrgicos da Ford Taboão, em São Bernardo do Campo, SP, cuja produção, já em fase descendente, se encerrará até novembro. Houve uma primeira conversa sobre o tema na segunda-feira, 19, em reunião realizada na sede da GM, da qual participaram o prefeito de SBC, Orlando Morando Junior e Carlos Zarlenga, presidente da GM América do Sul.

 

Neste primeiro momento a montadora acenou de forma positiva para a proposta da prefeitura de SBC. Segundo fonte ouvida por Agência AutoData, a GM achou conveniente proposta de contratação de um quadro que já passou por treinamento em linha de montagem de automóvel, e o cenário é aderente às pretensões futuras – uma vez signatária do IncentivAuto, deverá contratar, no mínimo, quatrocentos funcionários para ter acesso aos incentivos estaduais.

 

Em março a companhia confirmou investimento de R$ 10 bilhões, até 2024, nas fábricas instaladas em São Paulo, dentre elas a de São Caetano do Sul, que já está testando a linha onde será produzido o novo SUV Chevrolet Tracker.

 

“É uma excelente ideia. Primeiro porque são profissionais já treinados. Segundo, estamos fazendo um forte investimento e vamos precisar de talentos para operar. É um ganha-ganha tanto para São Bernardo do Campo quanto para a GM”, disse Zarlenga por meio de comunicado.

 

Na primeira semana setembro, de acordo com a fonte, deverá ser assinado documento que estabelece a contratação de funcionários que trabalharam na Ford. Ficará sob responsabilidade da prefeitura o cadastro dos trabalhadores e envio da lista à montadora, que fará a seleção do pessoal. Cerca de 1 mil pessoas foram demitidas da fábrica do Taboão, e a expectativa é a de que a GM dê preferência à contratação de uma parte desse total.

 

Foto: Adonis Guerra/SMABC/Divulgação.