Mercado europeu projeta queda em 2020

Imagem ilustrativa da notícia: Mercado europeu projeta queda em 2020
Foto Jornalista  Redação AutoData

Por Redação AutoData

CompartilheMercado
24/01/2020

São Paulo – O crescimento contínuo das vendas de carros de passageiros na Europa deverá ser quebrado em 2020. Segundo Mike Manley, presidente da Acea, associação que representa as fabricantes na União Europeia, a projeção é de recuo de 2% nas vendas, que, no ano passado, somaram 15,3 milhões de unidades – avanço de 1,2% sobre 2018, sexto ano consecutivo de alta.

 

“No momento em que a indústria está intensificando os investimentos em veículos de emissão zero, o mercado deve contrair – não apenas na União Europeia, mas também em todo o mundo”, afirmou Manley, demonstrando preocupação com a conjunção do cenário de aportes para reduzir a emissão de CO2 com redução na demanda. “Portanto a transição para a neutralidade de carbono precisa ser muito bem gerenciada pelos formuladores de política”.

 

Não é de hoje que a Acea tenta junto aos órgãos reguladores reduzir a velocidade das aplicações de regras de redução de emissões. Seu presidente anterior, Carlos Tavares, batia na tecla de que haverá um custo social nesta transição – alegava, especificamente, que empregos teriam que ser cortados para que os investimentos necessários possam ser feitos sem prejudicar a saúde dos caixas das companhias.

 

No ano passado o mercado alemão cresceu 5%, o francês 1,9% e o italiano 0,3%. Por outro lado a Espanha viu uma queda de 4,8% nas vendas e o Reino Unido amargou uma retração de 2,4%, para ficar nos cinco principais mercados.

 

Foi positivo também o desempenho do mercado de veículos comerciais europeus, com uma alta de 2,5% em 2019 comparado com 2018. Os europeus consumiram 2,1 milhões caminhões, ônibus e vans no ano passado.

 

Foto: Divulgação.