Montadoras negociam produzir peças para respiradores

Imagem ilustrativa da notícia: Montadoras negociam produzir peças para respiradores
Foto Jornalista  Bruno de Oliveira

Por Bruno de Oliveira

CompartilheCovid-19
23/03/2020

São Paulo – As empresas fabricantes de veículos anunciaram paradas nas linhas de produção, mas é possível que parte da sua capacidade volte a operar em meio à pandemia. No momento, algumas fabricantes articulam com o Governo Federal e empresas do setor de saúde a utilização de seus ativos para produzir partes e peças de respiradores hospitalares. 

 

De acordo com a Anfavea o movimento é embrionário e deriva de conversas que presidentes de algumas montadoras, mantêm com o Executivo, em Brasília, DF. Uma das propostas apresentadas é a da utilização de impressoras 3D das fábricas já inseridas no contexto da indústria 4.0 para a produção de peças para os respiradores. Segundo a Agência AutoData apurou, a General Motors é uma das que negocia medidas do tipo.

 

A entidade afirma estar à frente da coordenação dos trabalhos de forma a saber quais são as demandas das empresas de sáude e como a indústria automotiva pode colaborar por meio de seu aparelho produtivo que começa a ficar ocioso por causa da parada das máquinas. Algumas montadoras estão seguindo caminho semelhante nos Estados Unidos e na Europa.

 

Outra frente é a da logística. Segundo a Anfavea, montadoras estão empregando suas frotas de veículos no transporte de funcionários de empresas da área de saúde envolvidas no tema Covid-19. A entidade não revelou quais são as companhias, mas informou que as atividades, que envolvem automóveis e veículos comerciais, deverão ser estendidas a todos as fabricantes.

 

Foto: Divulgação.