Fenabrave evita fazer novas projeções para 2020

Imagem ilustrativa da notícia: Fenabrave evita fazer novas projeções para 2020
Foto Jornalista  André Barros

Por André Barros

CompartilheMercado
02/04/2020

São Paulo – Após a queda de 21,8% nos licenciamentos de veículos em março o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, evitou fazer qualquer projeção a respeito do mercado em 2020. A projeção anterior da entidade, de crescimento de 10%, já foi descartada com o desempenho do primeiro trimestre: recuo de 8,2% nas vendas de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

 

De janeiro a março, segundo a Fenabrave, foram emplacados 558 mil veículos. Em março os licenciamentos somaram 163,6 mil unidades, queda de 21,8% com relação ao mesmo mês de 2019 e de 18,6% na comparação com fevereiro – ambos os meses com desempenho afetado pelo feriado de carnaval.

 

O motivo da queda foi, naturalmente, a pandemia de coronavírus. A maior parte das concessionárias está fechada e os clientes ou trancados em casa, se resguardando, ou aguardando os acontecimentos para decidir investir ou não em carro novo. Algumas ações de atendimento na casa dos clientes estão ocorrendo, mas são insuficientes para dar ares de normalidade ao mercado.

 

O balanço da Fenabrave de março indica queda em todos os segmentos e em todas as bases de comparação. Em automóveis e comerciais leves o recuo em março, quando foram emplacadas 155,8 mil unidades, foi de 21,2% na comparação anual e de 19,1% na comparação mensal. No trimestre a queda chegou a 8,1%, para 532,5 mil unidades.

 

Foto: Divulgação.