Renault reduz jornada e dispensa temporários

Imagem ilustrativa da notícia: Renault reduz jornada e dispensa temporários
Foto Jornalista Redação AutoData

Por Redação AutoData

CompartilheCovid-19
15/05/2020

São Paulo – A Renault e o Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba se acertaram e concordaram com a flexibilização da jornada de trabalho no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais, PR, após tentativa de acordo sem sucesso no mês passado. Segundo a companhia a jornada pode ser reduzida em até 70%, dependendo da necessidade de cada fábrica do complexo, mas os salários serão pagos integralmente: a Renault completará a diferença do valor pago pelo governo, definido pela MP 936.

 

O acordo vale, inicialmente, por trinta dias a partir da segunda-feira, 18, e pode ser prorrogado por mais trinta. Segundo o presidente Ricardo Gondo “estamos passando por uma crise sem precedentes. Não há um manual a ser seguido, e todos os dias temos que buscar soluções para enfrentar essa pandemia”.

 

Outra medida tomada foi a dispensa de trezentos funcionários temporários: seus contratos ou não serão renovados ou terão seu encerramento antecipado: “Não é uma decisão fácil”, afirmou Gondo em vídeo divulgado aos funcionários. “A não renovação dos contratos não é por qualquer problema de desempenho dos colaboradores, mas é em função de uma necessária adequação da nossa produção ao mercado”.

 

A Renault oferece condições especiais aos dispensados, como pagamento de 100% do período faltante do contrato – quando a lei prevê apenas metade –, extensão de plano médico por três meses, inclusão em banco de talentos para futuros processos seletivos e programa de reorientação para recolocação no mercado.

 

As fábricas de São José dos Pinhais, que produzem Captur, Duster, Kwid, Logan, Sandero, Stepway, a picape Oroch e o utilitário Master, além de motores e componentes, ficaram paradas 41 dias. No período a Renault lançou mão de férias coletivas, banco de horas e antecipação de feriados, dentre outras medidas.

 

Foto: Divulgação.