Volkswagen abre a pré-venda do Nivus nos próximos dias

Imagem ilustrativa da notícia: Volkswagen abre a pré-venda do Nivus nos próximos dias
Foto Jornalista Redação AutoData

Por Redação AutoData

CompartilheAutoData
26/05/2020

São Paulo – A pandemia da covid-19 pouco mudou o planejamento de lançamento do Volkswagen Nivus, modelo que começa a ser produzido nos próximos dias em São Bernardo do Campo, SP. Segundo contou o presidente Pablo Di Si na Live AutoData, na terça-feira, 26, o plano foi concebido “de 70% a 80% digital e quando chegou a pandemia aceleramos para quase 100% digital”. A pré-venda, digital, do cupê urbano desenvolvido pela equipe regional de engenharia e design será aberta nos próximos dias, adiantou o executivo.

 

O mais importante lançamento da Volkswagen na região em 2020 foi um dos assuntos abordados na entrevista ao vivo, disponível na íntegra no canal de AutoData no YouTube. Di Si falou também sobre o andamento das negociações com o governo e com os bancos para solucionar o problema de liquidez nas empresas da cadeia – e as novidades não são animadoras:

 

“Infelizmente [a discussão] não foi em frente, mesmo com o ministro Paulo Guedes ressaltando a importância da indústria automotiva no Brasil”, disse o executivo. “A indústria mostrou os riscos nos empregos, são mais de 1,2 milhão em toda a cadeia. O ministro é liberal, de mercado, e não quer intervir com dinheiro público. Eu entendo o pensamento dele, mas se isso acontecer teremos consequências no emprego e na indústria”.

 

Di Si ressaltou que o dinheiro solicitado era para fornecedores e concessionárias – a Volkswagen tomou outra frente de negociação.

 

O executivo mostrou também preocupação com o futuro da indústria automotiva no Brasil e Argentina, no longo prazo pós-pandemia. O presidente da Volkswagen América Latina acredita que os investimentos em eletrificação em outros mercados deverá se acelerar nos próximos anos e a região corre risco de ficar para trás.

 

“A maior parte das montadora reduzirá investimentos em tecnologias convencionais para alocar mais dinheiro em eletrificação. Hoje isso não é pauta no Brasil ou na Argentina – precisamos sobreviver a esse momento. Mas depois pensaremos novamente no longo prazo.”

 

A Volkswagen, segundo Di Si, projeta vendas de 1,8 milhão de automóveis e comerciais leves no Brasil em 2020: “Não é bem uma projeção, é um chute. A Volkswagen terá, este ano, seu pior ano em produção dos últimos vinte anos”.

 

 

Foto: Christian Castanho.