Vendas de veículos caem 75% em maio

Imagem ilustrativa da notícia: Vendas de veículos caem 75% em maio
Foto Jornalista  André Barros

Por André Barros

CompartilheMercado
01/06/2020

São Paulo – Em maio os licenciamentos de veículos somaram 62,2 mil unidades, de acordo com dados preliminares do Renavam obtidos pela Agência AutoData. Ainda sob efeito da pandemia da covid-19, e com diversas revendas fechadas por causa de decretos estaduais e municipais, o mercado brasileiro de veículos recuou 75% com relação a maio do ano passado, quando foram emplacados 245,5 mil automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

 

Houve um crescimento de 11,6% na comparação com abril, quando as vendas somaram 55,7 mil unidades. De acordo com fonte ligada ao varejo o porcentual de vendas diretas caiu bastante de um mês para o outro.

 

Caiu também a comparação dos acumulados do ano: os 676 mil veículos licenciados de janeiro a maio representam volume 37,7% inferior ao registrado no mesmo período de 2019.

 

As concessionárias de veículos estão sendo colocadas na primeira fase de diversos planos de reabertura anunciados recentemente por governadores e prefeitos. Em São Paulo, com exceção da Capital e da Região Metropolitana, o funcionamento voltou ao normal na segunda-feira, 1º. Na Capital há a necessidade de aprovação de um plano que garanta a segurança sanitária de trabalhadores e clientes – o que a Fenabrave já tem e deverá apresentar nos próximos dias.

 

O prefeito do Rio de Janeiro, RJ, Marcelo Crivella, autorizou na segunda-feira, 1º, a abertura das revendas de veículos a partir da terça-feira, 2.

 

A fonte do varejo, porém, não demonstrou entusiasmo com a abertura. Segundo ela ainda faltará importante ingrediente para que o mercado retome: o cliente: “O movimento caiu nas [concessionárias] que estão abertas. Não vai ter fila, não vai precisar colocar fita para distanciar um cliente do outro”.

 

A Fenabrave divulga os resultados oficiais de maio na terça-feira, 2.

 

 

Foto: Freepik.