Vendas de importados crescem 35% no semestre

Imagem ilustrativa da notícia: Vendas de importados crescem 35% no semestre

São Paulo - As vendas de veículos importados fecharam o primeiro semestre com expansão de 35,1%, 17 mil 947 veículos, contra 13 mil 289 no mesmo período do ano passado, representando 1,59% do mercado total, de acordo com comunicado divulgado pela Abeifa, associação que representa os importadores, na segunda-feira, 2.

 

Em junho foram vendidas 3 mil 13 unidades, queda de 6,9% na comparação com maio e alta de 15,8% com relação ao mesmo período do ano passado. José Luiz Gandini, presidente da entidade, disse que a queda de junho na comparação com maio foi causada pela alta do dólar:

 

“Com o objetivo de recuperar consecutivas quedas de vendas nos últimos cinco anos, os importadores procuraram oferecer produtos e preços competitivos no início do ano. Mas com a persistente pressão do dólar o setor foi forçado a rever promoções e até aumentar seus preços em reais”.

 

Mesmo com a pressão do dólar e o recuo das vendas em junho, a Abeifa manteve sua projeção de vender 40 mil unidades no ano: “O mercado deve reagir, como ocorre historicamente, no segundo semestre, em especial porque este ano teremos o Salão do Automóvel, quando os importadores apresentam suas novidades”.

 

Das associadas da Abeifa, as cinco marcas que mais venderam no primeiro semestre foram Kia Motors, 6 mil 95 emplacamentos, alta de 54,8% com relação ao primeiro semestre do ano passado, seguida pela Volvo, 2 mil 668 vendas, expansão de 72% na mesma base de comparação, Jac Motors, 2 mil 202 unidades vendidas, alta de 33,1%, Lifan, 1 mil 352 veículos comercializados, expansão de 8,2%, e BMW, 1 mil 344 vendas, crescimento de 43,9%.

 

Foto: Divulgação.