General Motors coordena ação para consertar respiradores

Imagem ilustrativa da notícia: General Motors coordena ação para consertar respiradores
Foto Jornalista Redação AutoData

Por Redação AutoData

CompartilheCovid-19
25/03/2020

São Paulo – A General Motors, em parceria com o Ministério da Economia, o Senai, a Abeclin, Associação Brasileira de Engenharia Clínica, e outras montadoras, prepara força-tarefa para consertar os respiradores que não estão funcionando no Brasil – um equipamento essencial para o combate à Covid-19. Segundo a companhia foram mapeados 3 mil aparelhos fora de operação, número que pode crescer.

 

Seu gerente de inovação, Carlos Sakuramoto, e coordenador da ação, disse que “neste momento, em paralelo ao levantamento que está sendo feito do número, localização e modelo dos equipamentos parados, estamos treinando virtualmente nosso corpo técnico voluntário e preparando salas de operações da General Motors no Brasil para realizar os reparos na semana que vem”.

 

O objetivo é consertar 100% dos aparelhos, coordenando toda a logística: buscar nos hospitais, levar até a fábrica mais próxima, consertar com a mão de obra voluntária treinada pelo Senai e devolver o equipamento ao hospital, para que seja usado no combate ao Covid-19.

 

O presidente Carlos Zarlenga disse, em nota, que é o momento de usar todas as armas contra o vírus, que fez parar quase toda a produção brasileira de veículos: “A General Motors fará tudo o que está ao seu alcance para ajudar o Brasil e o mundo a deixarem para trás este momento difícil”.

 

Foto: Divulgação.