Zen quer fábrica na China e no México

Imagem ilustrativa da notícia: Zen quer fábrica na China e no México
CompartilheInternacional
28/09/2017

Metade da produção anual de 9,2 milhões de componentes e sistemas da Zen é exportada. Por causa do grande volume comercializado para outros países a empresa quer se internacionalizar, construindo uma fábrica na China e outra no México.

 

David Catasiner, seu diretor de vendas e marketing, disse que “estamos estudando e planejando a construção de uma fábrica no México e outra na China, o que reduzirá nossos custos de logística e nos aproximará dos clientes fora do Brasil. Em breve teremos novas informações”.

 

As peças mais exportadas pela Zen são impulsor de partida e polias de roda livre. O primeiro é o componente mais produzido na fábrica de Brusque, SC, e o segundo tem três opções para o mercado.

 

Atualmente os principais mercados da Zen são América do Norte, Europa, China e América do Sul. Com a intenção de produzir mais de 11 milhões de componentes em 2018 os custos com exportação crescerão, pois a empresa tem apenas galpões de armazenamento em Hong Kong, China, Detroit, Michigan, Miami, Flórida, e San Luis Potosi, México, de onde são feitas as distribuições para os clientes.

 

Com a expectativa de aumento da produção até 2018 a Zen espera faturar 5% a mais este ano e 15% a mais em 2018. O capital da empresa é 100% nacional.