GM renovará portfólio para ganhar espaço no mercado chileno

Imagem ilustrativa da notícia: GM renovará portfólio para ganhar espaço no mercado chileno
CompartilheInvestimento
21/11/2017

A General Motors pretende renovar seu portfólio de produtos no Chile com o objetivo de voltar a liderar as vendas ali, terceiro mercado mais importante da América do Sul, considerando que os últimos resultados foram bastante positivos. A afirmação é do presidente da GM na América do Sul, Fernando Agudelo, e foi divulgada pelo site Flash de Motor.

 

A revisão do portfólio GM vendido no Chile implicará mais atenção aos segmentos de SUVs e picapes. Outra aposta da empresa será a criação de um plano piloto para lançar veículos elétricos que poderão chegar a outros mercados vizinhos.

 

Durante o Congresso AutoData Perspectivas 2018 o presidente para o Mercosul, Carlos Zarlenga, já adiantara que a companhia também pretende ser líder nas vendas de carros elétricos na América do Sul, assim como acontece com os dotados de motor a combustão interna. De acordo com a informação publicada na terça-feira, 21, pelo Flash de Motor, esse projeto terá início nas operações chilenas:

 

“Como atuais líderes de mercado no Mercosul é natural que sejamos líderes também na eletrificação de veículos na região. Este é um desafio que a General Motors aceita”.

 

A companhia divulgou que de 2014 a 2020 pretende investir R$ 13 bilhões na América do Sul, assim: R$ 1,2 bilhão para a fábrica de São Caetano do Sul, SP, R$ 1,4 milhão para a de Gravataí, RS, e R$ 1,9 milhão para a de Joinville, SC, sendo a última dedicada apenas à produção de motores. O investimento total nas fábricas nacionais é de R$ 4,5 bilhões até o momento.

 

Ainda dentro do plano de expansão na região Zarlenga falou sobre a expectativa de crescimento do mercado argentino, que em 2017 e 2018 ficará em 900 mil unidades, subindo para 910 mil em 2019, para 940 mil em 2020 e para 970 mil em 2021.

 

Foto: Divulgação.