Caminhões começam o ano em alta e reafirmam projeção de crescimento de 25% no ano

Imagem ilustrativa da notícia: Caminhões começam o ano em alta e reafirmam projeção de crescimento de 25% no ano
CompartilheBalanço da Anfavea
06/03/2018

O segmento de caminhões segue a recuperação iniciada no segundo semestre do ano passado. No acumulado do ano foram negociados 8 mil 601 caminhões, alta de 54,7% com relação ao primeiro bimestre do ano passado e de 54,6% na comparação com o mesmo mês de 2017.

 

Em fevereiro, porém, houve queda: com 4 mil 40 unidades o segmento teve retração de 11,4% com relação ao mês anterior, justificada por quatro dias úteis a menos, segundo os dados divulgados pela Anfavea, entidade que representa as montadoras.

 

Marco Antonio Saltini, vice-presidente da Anfavea, disse que o crescimento no primeiro bimestre reforça a projeção de alta de 25% nas vendas para o ano. Para o presidente Antonio Megale, o crescimento constante e a projeção para o PIB de expansão de 2,5% a 3%, são fatores que também ajudarão no crescimento do setor.

 

A produção de caminhões foi de 7 mil 768 unidades em fevereiro, expansão de 46,2% na comparação com o mesmo mês do ano passado e de 15,8% na comparação com janeiro. No acumulado saíram das linhas de produção 14 mil 475 veículos, contra 9 mil 796 no primeiro bimestre do ano passado, expansão de 47,8%. “A alta na produção de caminhões nos dois primeiros meses mostram a evolução econômica do País”, disse Megale.

 

As exportações foram de 2 mil 702 unidades em fevereiro, alta de 27,3% com relação ao mesmo mês do ano passado e de 44,9% na comparação com janeiro. No acumulado do ano foram 4 mil 567 veículos embarcados, contra 3 mil 187 em igual período do ano passado, expansão de 43,3%. O principal importador dos caminhões nacionais foi a Argentina, seguida do Chile, Rússia, Peru e Colômbia.

 

Ônibus

 

As vendas de ônibus no bimestre foram de 1 mil 719 unidades, contra 932 em igual período do ano passado, alta de 84,4%. Em fevereiro foram 871 unidades comercializadas, ante 428 no mesmo mês do ano passado, expansão de 103,5%. Na comparação com o mês anterior houve crescimento de 2,7%.

 

A produção de ônibus no bimestre foi de 4 mil 53 unidades, contra 2 mil 427 no mesmo período do ano passado, alta de 67%. Em fevereiro foram 2 mil 108 ônibus produzidos, alta de 8,4% na comparação com janeiro e de 55,2% na comparação com mês igual do ano passado.

 

As vendas para outros países foram de 1 mil 427 unidades no acumulado do ano, alta de 35,5% na comparação com o mesmo período de 2017. Em fevereiro foram 850 unidades exportadas, ante 577 em janeiro, crescimento de 47,3% e de 27,8% na comparação com o mesmo mês do ano anterior.

 

Foto: Divulgação.