Delivery Express é a chegada da MAN nos leves

Imagem ilustrativa da notícia: Delivery Express é a chegada da MAN nos leves
CompartilheLançamento
03/05/2018

A Man estreia no segmento de veículos comerciais leves com PBT até 3,5 toneladas com o Delivery Express, que começa a chegar nas concessionárias na semana que vem, de acordo com Ricardo Alouche, seu vice-presidente de vendas, marketing e pós-vendas da companhia:

 

“O desejo de participar desse segmento existe faz tempo, mas não tínhamos conseguido torná-lo viável com o antigo Delivery. Mas, com o desenvolvimento da nova cabine, colocamos essa condição desde o primeiro momento”.

 

A Man já faturou 250 unidades do novo modelo, sendo 150 para concessionários, com a intenção de ter pelo menos uma unidade por ponto de venda e, a partir disso, espera que os primeiros pedidos sejam realizados já este mês.

 

Segundo Alouche o menor caminhão da MAN tem PBT de 5T e, com isso, quando os clientes requerim um modelo menor acabavam por buscá-lo na concorrência. 

 

“Mas agora isto mudará. Esse segmento é muito importante, pois temos clientes que precisam rodar nos centros urbanos com restrições e o Delivery Express atende a essa demanda. Outra questão é que modelos com PBT até 3,5T podem ser guiados por motoristas com carteira de habilitação B."

 

Chegando a um segmento novo a Man já mira seus concorrentes: “Queremos atrair clientes que antes olhavam para modelos como Mercedes-Benz Sprinter, Iveco Daily e Ford Série-F, sem esquecer o público que costumava comprar modelos asiáticos com capacidade de 2,5T e 2,8T e que pode migrar para um veículo um pouco maior”.

 

O público alvo desse modelo é separado em duas categorias pela Man: o primeiro são as grandes empresas que necessitam de flexibilidade e agilidade nas entregas, com liberação para circular em zonas restritas, como as de logística e distribuição. O segundo é uma grande massa de clientes que são pequenos varejistas e donos de pequenas e médias empresas, que não têm a necessidade de fazer entregas mas precisam de um modelo capaz de transportar seu material de trabalho.  

 

A motorização é a mesma do modelo com capacidade de 6T, motor Cummins 2.8 de 150 cv e câmbio manual de seis marchas. Por ser considerado um comercial leve pela legislação o modelo é equipado com airbags e freios a disco.

 

A projeção da Man é de vender 150 unidades por mês. Por ser um segmento novo Alouche lembrou que a companhia fez um investimento significativo em treinamento para os concessionários, que levou meses -- mas acredita que os funcionários das revendas estão totalmente capacitados para vender e atender os clientes no pós-vendas.

 

Foto: Divulgação.