Randon projeta faturar R$ 3,6 bilhões este ano

Imagem ilustrativa da notícia: Randon projeta faturar R$ 3,6 bilhões este ano
CompartilheImplementos Rodoviários
10/08/2018

São Paulo - As empresas do Grupo Randon registraram crescimento de 48,1% em sua receita líquida no primeiro semestre diante de resultado de igual período no ano passado, chegando a R$ 1 bilhão 940 milhões. A projeção para o ano todo é a de ultrapassar os R$ 3 bilhões, de acordo com o diretor de finanças e de relação com investidores, Geraldo Santa Catharina:

 

“A expectativa é a de que a nossa receita líquida possa chegar a R$ 3,6 bilhões esse ano. Com o desempenho do primeiro semestre e a carteira de pedidos que temos para o segundo semestre essa projeção será mais fácil de ser atingida do que imaginamos no começo do ano. Como o Brasil é o país das surpresas, tudo pode mudar, mas até o momento acreditamos que isso não acontecerá”.

 

A companhia não faz projeções de lucro, pois esse valor pode ser afetado por uma série de questões, como aumento de custos e mudanças do mercado. No primeiro semestre a Randon lucrou R$ 74,6 milhões, expansão de 263% na comparação com o mesmo período do ano passado.  

 

“Nosso crescimento foi puxado, principalmente, por três fatores: o crescimento nas vendas de implementos rodoviários, no caso os semirreboques, que registraram alta de 82% no semestre, expansão bem maior do que o setor de caminhões no período. A produção de componentes para caminhões também foi responsável pela alta, pois o maior segmento em que atuamos é o dos pesados, que está puxando o crescimento do setor. Por último, mas não menos importante, o crescimento do mercado de ônibus também nos ajudou.”

 

No caso das exportações, que a empresa trata como receitas no Exterior, chegaram a US$ 130 milhões no primeiro semestre -- e o segundo deverá ser melhor: “Nossa expectativa para o ano é chegar a US$ 300 milhões com receitas geradas no Exterior. A alta do dólar acabou nos beneficiando pois a média do dólar que fizemos no começo do ano era R$ 3,20 e agora está em R$ 3,60”.

 

Fras-Le - A Fras-Le, uma das empresas do Grupo Randon que produz lonas e pastilhas de freio, apurou receita líquida no primeiro semestre de R$ 592,2 milhões, alta de 34,8% ante igual período do ano passado. De acordo com Hemerson Fernando de Souza, gerente executivo de relações com investidores, o resultado é um pouco acima da metade do que foi projetado para o ano: “A projeção de receita líquida para o ano é de R$ 1,1 bilhão e, pouco mais da metade já foi conquistada até junho. Esse valor, contudo, não considera a aquisição da Fremax, pois estamos aguardando a aprovação do Cade”.

 

A companhia anunciou essa semana a aquisição da catarinense Jofund, produtora da marca Fremax.

 

Segundo Souza, o crescimento no primeiro semestre foi impulsionado por dois fatores principais: o primeiro, o grande volume de negócios realizados fora do Brasil, com as exportações sendo beneficiadas pelo dólar mais alto. Junto com isso, existe o projeto de expansão da empresa com a aquisição de outras companhias, como a compra das operações da Armetal na Argentina e das joint ventures com a Jurid no Brasil e com a SK na Índia.

 

Em valor, as exportações e as operações da empresa fora do Brasil somaram R$ 289,4 milhões no primeiro semestre, alta de 42,1% na comparação com o mesmo período do ano passado.

 

Fotos: Divulgação.