Com produção unificada Truckvan quer crescer 60%

Imagem ilustrativa da notícia: Com produção unificada Truckvan quer crescer 60%

São Paulo – A decisão de concentrar a produção das três fábricas da Truckvan apenas na unidade de Bonsucesso, bairro de Guarulhos, SP, foi acertada, segundo avaliou seu presidente Alcides Braga. Os objetivos de elevar produtividade e rentabilidade funcionaram até agosto:

 

“A estrutura atual é muito superior à antiga. No acumulado até agosto crescemos 60% na comparação com o mesmo período do ano passado”.

 

Para o resto do ano a ideia de Braga é manter o crescimento conquistado até agora, que será sustentado pelos negócios que a companhia já tem em carteira e por novos contratos que serão fechados nos próximos meses.

 

Quem tem puxado o crescimento da Truckvan é o segmento dos pesados, que está em alta e demandando cada vez mais implementos. A linha leve ainda não mostrou uma forte recuperação, o que deve acontecer só no ano que vem, com a retomada da confiança dos micro e médio empreendedores, maior geração de empregos e liberação de crédito, de acordo com Braga:

 

“Além disso o setor está mostrando algumas novas oportunidades que pretendemos aproveitar, como carretas blindadas para cargas de alto valor e unidades móveis”.

 

Com a unificação das fábricas a companhia precisou otimizar o número de funcionários em algumas áreas. Mesmo depois de equilibrar o número de colaboradores na nova unidade, a empresa já fez cerca de trinta contratações para atuarem nas linhas de produção e suportar a demanda crescente do mercado: “Com essas contratações acredito que temos o quadro necessário para atender ao mercado. Como no ano que vem pensamos até em abrir um novo turno de produção, possivelmente contrataremos mais”.

 

A expectativa de um novo turno e de novas contratações é baseada nas projeções que a Truckvan tem para o mercado no ano que vem: deverá crescer em torno de 20%, abandonando de vez os últimos anos de crise: “Em 2019 teremos um novo governo que trará mais oxigênio para o País e para a economia, com a possibilidade de alcançarmos o segundo ano de PIB positivo, o que ajudará a movimentar a indústria nacional”.

 

Para os próximos anos Braga disse que o mercado pode ter de 120 mil a 130 mil unidades vendidas por ano, de maneira sustentável, "sem acontecer o que já vimos nos últimos anos, que é um crescimento irreal gerado por incentivos governamentais. Acredito que a partir do ano que vem teremos quatro ou cinco anos de crescimento racional e sustentável”.

 

Durante esse período de crescimento a Truckvan também quer aumentar suas exportações participando de rodadas de negócios promovidas pela Apex-Brasil e negociações próprias com diversas empresas do Mercosul, explorando mercados como Argentina, Chile, Colômbia, Paraguai, Peru e Uruguai.

 

Fotos: Divulgação.