Honda investe R$ 500 milhões em Manaus

Imagem ilustrativa da notícia: Honda investe R$ 500 milhões em Manaus
CompartilheInvestimento
19/02/2019

Manaus, AM – A Moto Honda anunciou investimento de R$ 500 milhões em sua fábrica de Manaus, AM, na terça-feira, 19. O dinheiro será usado durante três anos para melhorar os processos produtivos, para a construção de um novo prédio e o reposicionamento de algumas linhas de produção.

 

“Precisamos ser cada vez mais competitivos e, sem novos investimentos, isso não seria possível”, disse Issao Mizoguchi, presidente da Honda no Brasil. “Os custos de produção aumentam todo ano e nós não podemos repassa-los integralmente para os consumidores. Esse investimento permite também absorver parte desse aumento”.

 

Segundo Mizoguchi "o investimento comprova que a Honda acredita na recuperação do mercado, que começou no ano passado, e na estabilidade econômica do País".

 

As obras na unidade já começaram com a construção do novo prédio que abrigará a produção de motores, melhorando a logística e reduzindo o tempo de produção, segundo o vice-presidente industrial Julio Koga:

 

“Os processos de produção dos motores estão muito distantes e isso nos toma muito tempo e gastos com logística. Agora, com o novo prédio, a intenção é reduzir esse tempo pela metade, melhorando o fluxo produtivo e a logística”.

 

A mudança para o novo prédio será gradativa, pois a empresa não ficará com a produção parada. Começará no primeiro semestre pela fundição e no segundo semestre será a vez da usinagem. A projeção é terminar toda a mudança e começar a produção de motores no novo local até 2020.

 

Com relação à capacidade produtiva e à geração de empregos o presidente Mizoguchi disse que, inicialmente, não haverá mudanças: o investimento é para melhorar os processos e aumentar a eficiência da fábrica: “Ainda temos uma capacidade ociosa e o quadro de funcionários consegue suportar a demanda prevista”.

 

A unidade emprega 6 mil pessoas e, em 2011, no pico de produção, chegou a entregar mais de 7 mil motos/dia.

 

A produção está separada em cinco linhas que produzem, aproximadamente, 3,7 mil motos/dia, sendo que quatro operam em um turno e apenas a linha que produz CG e Pop opera em dois turnos. Para este ano a projeção da Moto Honda é aumentar em 5% a produção – em 2018 foram 780 mil unidades produzidas, crescimento de 17% na comparação com o ano anterior. Foi o primeiro ano de expansão desde 2011.

 

“As vendas devem acompanhar o crescimento da produção, pois 95% do que produzimos é para o mercado local. Gostaríamos que este índice fosse menor e exportar mais, mas o custo de produção no Brasil dificulta o aumento das exportações.”  

 

Foto: Divulgação.