Credores aprovam plano de recuperação da Vidroforte

Imagem ilustrativa da notícia: Credores aprovam plano de recuperação da Vidroforte
CompartilheEmpresa
18/07/2019

Caxias do Sul, RS - O plano de recuperação judicial do Grupo Vidroforte foi aprovado na quarta-feira, 17. A decisão foi tomada durante assembleia geral de credores, encerrando as negociações sobre a questão, após dois adiamentos.


Participaram 234 dos mais de quinhentos credores envolvidos no processo, que totaliza R$ 48 milhões em dívidas. A proposta da empresa foi rejeitada por apenas um dos credores. De acordo com Laurence Medeiros, da Medeiros & Medeiros, responsável pela administração judicial, "a aprovação representa um passo importante para a companhia, mostrando que a recuperação judicial é um caminho eficaz para sua reestruturação empresarial".


O pedido de recuperação judicial da companhia, motivado pela crise financeira, foi deferido em fevereiro de 2018. Em abril e junho deste ano a assembleia foi adiada pela falta de quórum e a pedido da própria empresa, em razão de negociações em andamento. O grupo segue em operação normal e o resultado da assembleia seguirá para homologação judicial.

 
Quando do pedido de recuperação social o sócio proprietário Herberto Heinen destacou que a medida tinha caráter preventivo: “Estamos solicitando a recuperação judicial em uma fase em que a empresa ainda está saudável. Não queremos deixá-la cair”.

 

A partir da crise o faturamento médio anual da empresa, de R$ 100 milhões, caiu mais de 20%.

 

Com sede em Caxias do Sul, RS, e com centros de distribuição em quatro estados o grupo atua em beneficiamento de vidros e completou 30 anos em março. Tem como coligadas as empresas Templex e Vidroforte Transportes, com negócios internacionais. Um dos segmentos atendidos pelo grupo é o automotivo, com fornecimento de vidros para montadoras e para o mercado de reposição.

 

Foto: Divulgação.