Volkswagen confirma investimentos de R$ 2,4 bilhões em São Paulo

Imagem ilustrativa da notícia: Volkswagen confirma investimentos de R$ 2,4 bilhões em São Paulo

São Paulo – A Volkswagen confirmou na quinta-feira, 29, investimentos de R$ 2,4 bilhões em fábricas paulistas – as unidades Anchieta, em São Bernardo do Campo, e de São Carlos – até 2020. O anúncio foi feito pelo COO global, Ralf Brandstätter, e o presidente para a América Latina, Pablo Di Si, ao governador do Estado, João Doria, e ao prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, em Wolfsburg, na Alemanha.

 

O valor faz parte do pacote de R$ 7 bilhões programados até o ano que vem, que inclui desenvolvimento de novos modelos e modernização das fábricas. Embora Doria estivesse presente na sede da companhia na Alemanha, o presidente Pablo Di Si afirmou à AutoData que, ao menos por enquanto, a VW não entrará no IncentivAuto, o programa de fomento à indústria automotiva idealizado pelo governo estadual.

 

“Estamos avaliando [participar do IncentivAuto]. Se fizer sentido, entraremos no programa, mas não planejamos este investimento com o objetivo de conseguir incentivos”.

 

A fábrica da Anchieta, que atualmente monta Polo, Virtus, Saveiro e Saveiro Cross, produzirá a partir do ano que vem um modelo inédito desenvolvido pela engenharia brasileira. A VW o classifica como um cupê urbano, uma espécie de variação do Polo com ares de utilitário esportivo – o departamento de marketing de algumas concorrentes chama de CUV, utilitário esportivo compacto. Ele será montado sobre a plataforma MQB.

 

O cupê urbano será equipado com um novo sistema de infotainment também desenvolvido pelo time de engenheiros brasileiros – e, de acordo com Di Si, montado por um fornecedor local, ainda que com alguns componentes importados. “É um sistema pensado para o brasileiro, com usabilidade intuitiva e um alto nível de conectividade e personalização”.

 

Brandstätter anunciou que o cupê urbano será produzido também na Europa, assim como o sistema de infotainment, fato comemorado pelo presidente para a América Latina. “Pela primeira vez um modelo desenvolvido por nós no Brasil terá abrangência global. O sistema de infotainment também será produzido em outros locais”.

 

No começo do século o Fox, modelo desenvolvido pelos brasileiros, chegou a ser exportado para a Europa, mas sempre produzido aqui. O fato novo do anúncio do COO é a exportação do projeto do modelo.

 

O investimento anunciado pelos executivos a Doria contempla também um novo conjunto de prensas para São Bernardo do Campo, com capacidade para produzir quatro vezes mais peças por minuto na comparação com a linha anterior. A troca das ferramentas para a estampagem também terá mais agilidade, com redução do tempo para a substituição de 45 para apenas 5 minutos.

 

A produção de virabrequins em São Carlos será duplicada, das atuais 1 mil para 2 mil peças por dia. Segundo Di Si o objetivo é ampliar a exportação do componente, já enviado para a Alemanha e México.

 

Foto: Divulgação.