Abeifa admite rever mais uma vez as projeções

Imagem ilustrativa da notícia: Abeifa admite rever mais uma vez as projeções

São Paulo – A revisão para baixo das projeções de vendas de veículos das associadas da Abeifa, feita em julho, dificilmente será alcançada, segundo o seu presidente José Luiz Gandini. Em nota divulgada na terça-feira, 3, ele admite que dificilmente as associadas venderão 40 mil unidades até o fim do ano: de janeiro a agosto foram 22,2 mil veículos, recuo de 10,7% com relação ao mesmo período do ano passado.

 

No início do ano os importadores estavam ainda mais otimistas: projetaram 50 mil unidades. Em 2018 as vendas do setor somaram 37,5 mil unidades.

 

Considerando apenas agosto os licenciamentos somaram 3 mil 31 unidades, contra 2 mil 952 do mês anterior, alta de 2,7%. Quando comparado com o mesmo mês do ano passado, quando foram vendidos 3,8 mil unidades, o setor registrou queda de 20,2%.  

 

Mesmo com os números bem abaixo do esperado Gandini ressaltou o desempenho de agosto contra julho, quando o setor cresceu 2,7%: “Além de algumas associadas terem recuperado vendas mensais em agosto tivemos um dia útil a menos do que em julho”.

 

Foto: Divulgação.