Vendas de importados ficarão na casa das 35 mil unidades

Imagem ilustrativa da notícia: Vendas de importados ficarão na casa das 35 mil unidades

Indaiatuba, SP – As vendas de veículos importados pelas empresas associadas da Abeifa ficarão na casa das 30 mil a 35 mil unidades, abaixo da atual projeção de 40 mil unidades divulgada pelo seu presidente, José Luiz Gandini. Durante o lançamento do Kia Cerato, o empresário – que representa a Kia no mercado brasileiro – creditou ao dólar a culpa pelo volume inferior às estimativas.

 

“Todo mundo está reduzindo suas margens de lucro para sobreviver no mercado brasileiro, tanto o importador quanto o concessionário. Junto com isso vem a falta de planejamento, que a volatilidade do dólar impede”.

 

De janeiro a agosto foram comercializadas 22 mil 199 unidades. queda de 20,2% na comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo Gandini a retirada dos trinta pontos porcentuais adicionais de IPI veio junto com uma grande oscilação da moeda estadunidense, que variou muito ao longo do ano. Gandini reclamou também da falta de competitividade na comparação com as montadoras:

 

“Nossos concorrentes nacionais pagam menos impostos e ainda recebem descontos. Isso reduz demais a nossa competitividade".

 

O cenário complicado desse ano não deve mudar tão rapidamente na visão de Gandini, que projeta um 2020 também complicado, pelas mesmas razões que afetaram os negócios em 2019.

 

Kia – As vendas da Kia, aqui, em 2019, deverão chegar a 10 mil unidades, sendo a importadora líder de vendas. Este volume, contudo, será 14,6% menor do que o registrado em 2018.

 

Foto: Divulgação.