Vendas crescem em fevereiro, mas bimestre segue negativo

Imagem ilustrativa da notícia: Vendas crescem em fevereiro, mas bimestre segue negativo
Foto Jornalista  André Barros

Por André Barros

CompartilheMercado
02/03/2020

São Paulo – Os licenciamentos de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus cresceram 1,2% em fevereiro, na comparação com o mesmo mês do ano passado, somando 201 mil unidades. O volume, porém, foi insuficiente para reverter a queda de janeiro: com relação ao primeiro bimestre do ano passado, quando foram emplacados 398,4 mil veículos, as 394,5 mil unidades comercializadas nos dois primeiros meses de 2020 representaram queda de 1%.

 

O segmento de automóveis e comerciais leves registrou alta de 1,5% na comparação com fevereiro de 2019, com 192,6 mil unidades. No bimestre as vendas recuaram 1%, somando 376,8 mil veículos.

 

As vendas de caminhões e ônibus apresentaram recuo em todas as bases de comparação.

 

A Fenabrave, em nota, ressaltou o crescimento na média diária de vendas de fevereiro com relação a janeiro. Nos 22 dias úteis de janeiro foram licenciados, em média, 8 mil 793 veículos. No mês passado a média subiu 27%, somando 11 mil 165 mil automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus emplacados. As vendas de janeiro foram prejudicadas pela implantação da placa padrão Mercosul, de acordo com a entidade.

 

Outro ponto a destacar é o fato de o feriado do carnaval, em 2019, ter sido celebrado em março.

 

Para o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, os resultados negativos do bimestre não são preocupantes e a entidade segue com as projeções de crescimento na casa dos 10% para o ano: “O primeiro bimestre sofre com os impactos do período de férias escolares e com os compromissos de pagamentos acumulados no início do ano, como o IPTU, despesas com materiais escolares, além do reflexo da pausa para o carnaval".

 

Foto: Divulgação.