Exportações seguem em queda mesmo com dólar em alta

Imagem ilustrativa da notícia: Exportações seguem em queda mesmo com dólar em alta
Foto Jornalista  André Barros

Por André Barros

CompartilheBalanço da Anfavea
06/03/2020

São Paulo – Nem o dólar acima do patamar de R$ 4,50 reanima as exportações brasileiras de veículos. Em fevereiro mais uma queda: 7% na comparação com o mesmo mês de 2019, apesar de as 37,7 mil unidades representarem alta de 83,4% com relação a janeiro, segundo dados divulgados pela Anfavea na sexta-feira, 6.

 

“Os números de janeiro foram muito ruins”, ponderou o presidente Luiz Carlos Moraes. “A tendência é de as dificuldades seguirem. Temos enviado menos veículos para Argentina, México, Colômbia e Chile, nossos principais mercados. Não adianta ter dólar alto se o país comprador estiver passando por dificuldades.”

 

No bimestre foram embarcados 58,2 mil veículos, 11,2% a menos do que em janeiro e fevereiro de 2019: “Por coincidência essa queda de 11% está dentro das nossas projeções para o ano, com 381 mil unidades exportadas”.

 

Em valor o resultado de fevereiro foi de US$ 720,3 milhões, alta de 45,8% na comparação com janeiro e queda de 17,8% com relação a fevereiro de 2019. No bimestre a indústria faturou US$ 1,2 bilhão, recuo de 23,6% na comparação com os dois primeiros meses do ano passado.

 

Foto: José Fernando Ogura/ANPr.