Indústria de duas rodas começa a parar

Imagem ilustrativa da notícia: Indústria de duas rodas começa a parar
Foto Jornalista André Barros

Por André Barros

CompartilheCovid-19
24/03/2020

São Paulo – As paralisações nas linhas de produção chegaram às fabricantes de motocicletas da Zona Franca de Manaus, AM. Na terça-feira, 24, Moto Honda e Grupo BMW anunciaram interrupção nas suas linhas de motos por causa da pandemia de covid-19 -- e a fornecedora Continental também decidiu parar sua produção.

 

Na Moto Honda, que tem fábrica responsável por 80% do volume de motocicletas produzidas no Brasil, as linhas param na sexta-feira, 27. Até a segunda-feira, 30, a jornada será compensada por banco de horas, dando sequência a férias coletivas com retorno previsto, inicialmente, para 13 de abril – mas a empresa admite que pode prorrogá-las por mais uma semana.

 

A BMW para de produzir motocicletas em 30 de março e tem retorno previsto para 23 de abril. Segundo comunicado a empresa “espera recuperar os dias de produção ainda em 2020”.

 

As quatro fábricas da Continental, em Guarulhos, Itapevi e Várzea Paulista, SP, e Ponta Grossa, PR, param em 30 de março. Com exceção da unidade de Várzea Paulista, que tem retorno programado para 14 de abril, as demais voltam a produzir em 12 de abril – mas o cronograma pode ser reavaliado de acordo com os desdobramentos da pandemia.

 

Confira aqui as medidas tomadas por fabricantes de veículos por causa do coronavírus.

 

Foto: Divulgação.