Volkswagen programa volta da produção em maio e prepara chegada do Nivus

Imagem ilustrativa da notícia: Volkswagen programa volta da produção em maio e prepara chegada do Nivus
Foto Jornalista  André BarrosFoto Jornalista Bruno de Oliveira

Por André Barros

e Bruno de Oliveira

CompartilheCovid-19
15/04/2020

São Paulo – A retomada da produção nas fábricas da Volkswagen na América do Sul está programada para maio. O Grupo Volkswagen divulgou nota na tarde da quarta-feira, 15, informando o cronograma global de retorno dos trabalhadores, que começará nas unidades de Zwickau, Alemanha, e Bratislava, Eslováquia, já na semana que vem. Na seguinte começam a voltar as demais operações, na Alemanha, Portugal, Espanha, Rússia e Estados Unidos. Durante o mês que vem será a vez das unidades da África do Sul, Argentina, Brasil e México.

 

Não foi estipulada uma data para nenhuma delas. Em entrevista recente ao jornal O Estado de S. Paulo o presidente Pablo Di Si afirmou que a ideia é retornar aos poucos, com menor número de funcionários e distância maior de um para o outro. Se preciso, apenas em um turno de produção – até porque a demanda do consumidor também deverá retornar de maneira gradativa.

 

A pandemia da covid-19 fechou as fábricas e parou a produção mas não mexeu no cronograma daquele que é considerado o principal lançamento da Volkswagen do Brasil no ano, o SUV Nivus – que, para a empresa, é um cupê urbano: segue previsto para este semestre no Brasil e no segundo semestre nos demais países da região.

 

Enquanto a matriz divulgava seu calendário de retomada das operações a subsidiária brasileira distribuia nota entregando mais informações sobre o modelo: porta-malas com capacidade para até 415 litros, ACC, Adaptive Cruise Control, AEB, sigla em inglês para freio autônomo de emergência, e motor 200 TSI de três cilindros, o mesmo aplicado no T-Cross, Polo e Virtus, com quem o Nivus compartilha a plataforma MQB.

 

O lançamento em meio à pandemia exige um planejamento diferente para que o produto chegue ao consumidor. Segundo o vice-presidente de vendas e marketing, Gustavo Schmidt, a companhia avança com o atendimento móvel DDX, sistema que permite que um vendedor apresentar o modelo na casa do cliente com um óculos de realidade virtual e um tablet. "Nas lojas, o atendimento virtual estará disponível em 90% da rede até o lançamento do Nivus."

 

Será produzido na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo, SP – por isso é possível que a força de trabalho desta unidade seja maior neste retorno. Procurada a VW do Brasil informou que “as férias coletivas estão programadas até o fim do mês” e que “estuda, se necessário, a adoção de novas medidas de flexibilização de mão de obra previstas em acordo coletivo de trabalho junto ao sindicato das fábricas”.

 

Na matriz a preocupação é com o retorno, que deverá ser gradual, para que tanto a cadeia de fornecedores consiga acompanhar o ritmo quanto as medidas sanitárias ordenadas pelos órgãos de saúde sejam atendidas. A experiência com a China será importante: lá 32 das 33 fábricas já voltaram a produzir, com diversas medidas de proteção à saúde dos trabalhadores – e o resultado é positivo, sem relato de contaminação por covid-19.

 

Foto: Divulgação.