Europa deixou de produzir mais de 2 milhões de veículos

Imagem ilustrativa da notícia: Europa deixou de produzir mais de 2 milhões de veículos
Foto Jornalista  Redação AutoData

Por Redação AutoData

CompartilheCovid-19
22/04/2020

São Paulo -- Os vinte e sete países que compõem a União Europeia deixaram de produzir 2 milhões 68 mil 832 veículos por causa da paralisação das fábricas. Já são vinte e seis dias úteis, segundo a ACEA, que representa os fabricantes da região, sem produzir por causa da pandemia da covid-19.

 

Os números consideram a produção de automóveis, comerciais leves, caminhões, vans e ônibus, e foram atualizados na segunda-feira, 20. Na última atualização, realizada em 9 de abril, a região já tinha deixado de produzir mais de 1,4 milhão de veículos.

 

A Alemanha puxa a fila dos países que mais perderam produção, 553,7 mil unidades em vinte e seis dias. Na Espanha deixaram de sair das linhas de produção pouco mais de 379 mil unidades e, na terceira posição, aparece a França, que não produziu 272,4 mil veículos no período.

 

A Acea ressaltou, mais uma vez, que as perdas de produção devem aumentar caso as paradas sejam prorrogadas ou se mais fábricas tenham que fechar.

 

Empregos -- O impacto nos postos de trabalho, do dia 9 até agora, parece ter estabilizado, porque o números de colaboradores afetados segue em 1 milhão 138 mil 536. A Alemanha também foi o país onde mais postos de trabalho foram afetados, cerca de 568,5 mil, seguida pela França, com 90 mil, e, em terceiro lugar, está a Itália, com 69,4 mil.

 

Foto: Divulgação.