Volkswagen mantém salário líquido em acordo

Imagem ilustrativa da notícia: Volkswagen mantém salário líquido em acordo
Foto Jornalista Redação AutoData

Por Redação AutoData

CompartilheCovid-19
22/04/2020

São Paulo – A Volkswagen fechou acordo para reduzir a jornada de trabalho de seus funcionários sem impacto nos salários líquidos. A companhia deixará de pagar 30% dos vencimentos brutos, mas o valor será completado pelo governo, de acordo com as regras da medida provisória 936 – havendo necessidade, a VW complementa a diferença líquida.

 

O acordo foi aprovado em assembleias virtuais dos sindicatos das quatro fábricas – São Bernardo do Campo, São Carlos e Taubaté, SP, e São José dos Pinhais, PR –, do centro de peças e acessórios em Vinhedo, SP, e nos escritórios regionais. Ficou acertado, também, o adiamento do pagamento de 20% da primeira parcela da PLR para dezembro.

 

As medidas valem pelos próximos noventa dias. Segundo o presidente Pablo Di Si os efeitos da pandemia de covid-19 obrigaram a VW a fazer este movimento: “Temos o compromisso de proteger o emprego e evitar demissões, além de garantir a sustentabilidade do nosso negócio”.

 

As atividades produtivas estão paradas em todas as unidades desde 23 de março. O retorno está programado para meados de maio, conforme calendário definido pela matriz na semana passada.

 

Foto: Divulgação.