Fras-le fecha trimestre com receita em alta

Imagem ilustrativa da notícia: Fras-le fecha trimestre com receita em alta
Foto Jornalista Roberto Hunoff

Por Roberto Hunoff

CompartilheBalanço
03/06/2020

Caxias do Sul, RS – A Fras-le registrou receita líquida de R$ 341,8 milhões, avanço de 6% sobre o primeiro trimestre de 2019, e faturamento bruto total de R$ 488,3 milhões, aumento de 3% na mesma base de comparação. Apurou lucro bruto de R$ 88,7 milhões e Ebitda de R$ 38,1 milhões, alta de 31%. A companhia realiza na manhã de quinta-feira, 4, teleconferência para apresentação dos números ao mercado financeiro. 

 

Segundo o CEO Sergio Carvalho, o perfil heterogêneo da receita é uma das forças da companhia, que se refletiu no primeiro trimestre do ano. “Temos volume expressivo de receita nos mercados de reposição, incluindo manutenção de frotas de veículos em circulação, segmento altamente pulverizado".

 

Outro diferencial apontado é a diversificação do mix de produtos, que, segundo Carvalho, também contribuiu para a melhora de desempenho dos indicadores dos primeiros meses do ano. "É visível a melhora dos processos de automação das fábricas, que nos garantiu ainda mais eficiência. O resultado reforça a assertividade dos ajustes e adequações realizados ao longo de 2019, e que se refletiram no início deste ano".

 

Apesar de todas as medidas adotadas, os efeitos da covid-19 foram sentidos pela empresa na segunda quinzena de março, influenciando em parte do desempenho de vendas no mês e no encerramento do trimestre. Eventos não recorrentes, de natureza não caixa, também influenciaram o resultado líquido da companhia, que fechou o trimestre com prejuízo de R$ 1,2 milhão. Descontado o valor atribuído para sócios não controladores, o resultado apurado é lucro de R$ 3,7 milhões.

 

Segundo Carvalho, a pandemia não teve impacto significativo no período, mas as vendas foram parcialmente afetadas, principalmente em razão das férias coletivas adotadas pela companhia, em março. "O aprendizado que tivemos com a unidade na China contribuiu para a tomada de decisões preventivas no Brasil e em outros países. Também estruturamos um comitê de crise para discutir as melhores práticas de saúde e segurança, assim como ações para minimizar os impactos econômicos na empresa".

 

Dentre as ações, férias coletivas e individuais, flexibilização de jornada e home office, além de iniciativas de prevenção, como medição de temperatura dos funcionários nos acessos à empresa, uso de pulverizadores e outros recursos de higienização, assim como montagem de postos de triagem nas unidades para atendimento e esclarecimento de dúvidas. A Fras-le também doou equipamentos de proteção individuais para a rede hospitalar de Caxias do Sul, RS, e insumos para produção de respiradores e álcool em gel, firmou parceria para a fabricação de máscaras de proteção facial, destinadas aos profissionais de saúde e segurança, distribuiu 50 mil frascos de álcool em gel para caminhoneiros em estradas do Brasil e repassou recursos para a compra de respiradores.

 

No primeiro trimestre, os investimentos somaram R$ 13,7 milhões. O valor mais expressivo foi aplicado na Fremax, em Joinville, SC, no total de R$ 5,4 milhões, e a maior parte destinada à aquisição de novas máquinas e equipamentos visando à ampliação da capacidade da fundição. Na operação de Caxias do Sul, o valor de R$ 4,2 milhões se destinou à compra de máquinas, equipamentos, ferramentas e moldes, e em adequações de segurança relativas à norma NR-12. Nas controladas, o valor de R$ 4,1 milhões foi alocado principalmente nas operações dos Estados Unidos, da Índia e do Uruguai, e em aquisição de máquinas e equipamentos.

 

Foto: Divulgação.