Meta do Tiggo 7: 5 mil unidades.

Imagem ilustrativa da notícia: Meta do Tiggo 7: 5 mil unidades.
CompartilheLançamento
14/02/2019

Cabreúva, SP – O Tiggo 7, SUV médio apresentado pela Caoa Chery na quinta-feira, 14, deverá contribuir com 5 mil a 5,5 mil unidades da meta de 38 mil veículos da marca comercializados este ano, revelada por Marcio Alfonso, seu CEO.

 

O plano é produzir 40 mil veículos este ano, metade em Anápolis, GO, de onde saem os Tiggo 5 e Tiggo 7, metade em Jacareí, SP, responsável pelos Arrizo 5, QQ e Tiggo 2. Dois novos modelos nacionais ainda estão nos planos – possivelmente um SUV de porte maior do Tiggo 7 e um novo sedã –. mas Alfonso não confirmou quando eles entrarão em linha.

 

Veículos elétricos também podem compor o portfólio: Alfonso admitiu que pretende importar alguns da China. Os mais cotados são Arizzo 5, QQ e Tiggo 2 elétricos.

 

O Tiggo 7 chegará as concessionárias na semana que vem em duas versões com motor flex 1.5 turbo de 150 cv e câmbio automático de seis marchas, com dupla embreagem. De série o modelo traz câmera 360º, multimídia com tela de nove polegadas sensível ao toque com espelhamento por Android Auto e Apple CarPlay, ar-condicionado digital e de zona dupla, luzes de condução diurna, controlador de velocidade, controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa e monitoramento de pressão dos pneus.

 

"O segmento de SUVs é o que mais cresce no Brasil e, para os nossos modelos conquistarem o seu espaço, apostamos em design, qualidade e tecnologia".

 

Veja as versões e preços do Tiggo 7:

Tiggo 7 T - R$ 106 mil 990
Tiggo 7 TXS - R$ 116 mil 990

 

Foto: Divulgação.