O setor de caminhões e a luz no fim do túnel

Imagem ilustrativa da notícia: O setor de caminhões e a luz no fim do túnel

O setor de veículos pesados tratou de reduzir as perdas registradas nas vendas durante o ano, uma missão que, ao final do último trimestre obteve resultados que, se ainda não levou as fabricantes a alcançarem os números dos anos de ouro, pelo menos mostrou que há um horizonte positivo em 2018. Para voltar a crescer de fato é necessário que o País volte a ter um PIB alto, discurso adotado pelas fabricantes em uníssono. Enquanto o produto interno não cresce, as empresas recorreram às exportações para movimentar as fábricas instaladas aqui. O mercado de reposição também ajudou a incrementar as receitas em função da frota envelhecida que demandou manutenção este ano, segundo cálculo das companhias. Investir em serviços também foi outra fonte bastante explorada, com avanços interessantes, ainda que incipientes, nos campos da conectividade e manutenção programada. A Fenatran, principal evento do setor que ocorreu este ano resultou em vendas para a maioria das companhias, que esperam contabilizar os negócios durante a feira já no primeiro trimestre do ano que vem.

 

Confira abaixo, em ordem cronológica, as principais notícias que AutoData publicou sobre o tema em 2017:

 

- Setor de caminhões sai do atoleiro

- Vendas de caminhões retomam nível de 2015

- Segmento de caminhões mantém trajetória de recuperação

- Venda de caminhões poderá crescer 28%

- Scania vende 173 caminhões para mineração

- Ambev renova sua frota com caminhões VW

- Fôlego para o segmento de caminhões

- MAN fornecerá 100 ônibus ao governo da Bahia

- MAN volta a operar cinco dias por semana

- Scania busca 5 mil unidades em 2017

- Scania quer conectar 6 mil veículos até o final de 2017

- Mercedes-Benz: trimestre em alta nas vendas no Brasil

- Mercedes-Benz faz megarevenda para a Raízen

- Iveco aposta no crescimento de uso do câmbio automatizado

- O que um câmbio automatizado pode fazer pelos Iveco Tector

- De olho na Scania, Cummins nacionaliza turbo

- MAN e MWM celebram produção de 100 mil motores

- Volvo investe em novo motor

- MAN mostra dezenove novidades