IBGE mede 13,2 milhões de desempregados em 2017.

Imagem ilustrativa da notícia: IBGE mede 13,2 milhões de desempregados em 2017.

No ano passado o total de desempregados chegou a 13,2 milhões na média anual, alta de 12,5% na comparação com a média do ano anterior, 11,7 milhões, segundo os dados da PNAD, Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, divulgados na quarta-feira, 31, pelo IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. O total de pessoas empregadas ficou em 90,6 milhões, contra 90,3 milhões em 2016, incremento de 0,3%, puxado pelas vagas de empregos informais.

 

A taxa de desemprego média em 2017 foi de 12,7%, contra 11,5% em 2016, alta de 1,2%, a maior média da pesquisa.

 

O número de empregados sem carteira de trabalho assinada foi de 11,1 milhões no último trimestre do ano passado, volume estável com relação ao trimestre anterior e alta de 5,7% na comparação com o mesmo período do ano anterior. O IBGE destaca que de 2014 a 2017 houve aumento de 330 mil pessoas nessa categoria.

 

O número de empregados com carteira assinada foi de 33,3 milhões no último trimestre de 2017, volume estável na comparação com o trimestre anterior e queda de 2% na comparação com o mesmo período de 2016. De acordo com o IBGE de 2014 a 2017 esse item teve queda de 3,3 milhões.

 

No último trimestre do ano a taxa de desocupação ficou em 11,8%, queda de 0,6% na comparação com o trimestre anterior e de 0,2% com relação ao mesmo período de 2016. O número de desocupados no último trimestre do ano foi de 12,3 milhões, queda de 5% com relação ao trimestre anterior e estabilidade na comparação com o mesmo período de 2016.

 

Foto: Divulgação.