Cresce produção mundial de aço

Imagem ilustrativa da notícia: Cresce produção mundial de aço

A produção mundial de aço, em fevereiro, atingiu volume de 131,8 milhões de toneladas, 3,5% a mais que em fevereiro do ano passado. A taxa de utilização da capacidade instalada foi de 73,3% -- 1,8 ponto porcentual maior do que naquele fevereiro. Com relação a janeiro de 2018 é 0,5 ponto percentual maior.

 

O resultado mostrou que a produção segue sem sentir os reflexos das tensões dos Estados Unidos com a China, o maior produtor mundial. Washington se mostrou tendente a também sobretaxar o abundante e barato aço chinês como forma de proteger seu mercado interno. A China retaliou a pretensão estadunidense com planos de sobretaxar mais de cem produtos importados -- e os ânimos esfriaram.

 

O aço brasileiro acabou ficando de fora da sobretaxação -- por enquanto: enquanto são realizadas as negociações que envolvem países produtores de aço e a OMC.

 

A produção de aço bruto, na China, em fevereiro somou 64,9 milhões de toneladas, aumento de 5,9% com relação a fevereiro de 2017. A Índia, segundo maior produtor mundial, beneficiou 8,4 milhões de toneladas, alta de 3,4%, o Japão produziu pouco menos, 8,3 milhões, queda de 0,5%, e a Coréia do Sul 5,4 milhões de toneladas, queda de 2,1%.

 

Os Estados Unidos produziram 6,4 milhões de aço bruto no mesmo período, aumento de 0,4% diante do resultado de um ano antes.

 

No Brasil a produção de aço bruto foi de 2,7 milhões de toneladas, aumento de 5,5% na comparação com fevereiro de 2017.

 

Foto: divulgação.